Volta às aulas: 3 dicas para estudar de forma eficaz

Chegamos ao segundo semestre letivo, e pra começar esse segundo período com energia,
aqui vão algumas dicas para fazer os estudos renderem mais

Por Larissa Helena Carneiro

E lá vamos nós começar o segundo semestre letivo, com questões que acompanham todos
os estudantes. Como fazer render o tempo de estudos? Como estudar de forma eficaz,
compreendendo os conteúdos para colher resultados positivos nas avaliações periódicas e
vestibulares?

O ‘esquecimento’ de conteúdos e a falta de organização são problemas comuns para
estudantes, especialmente durante um período de ensino remoto emergencial, que
demanda ainda mais autonomia por parte do aluno.
Para manter a organização na volta
às aulas, seja na modalidade presencial ou à distância, preparei algumas dicas que me ajudam e que você pode aplicar na sua rotina.

Dá uma olhada!

1. Determine os momentos em que irá se dedicar aos estudos.
Para ter uma rotina efetiva, planeje as matérias e os temas a serem vistos e revisados ao longo da semana.

2. Preste atenção à forma em que estuda.
Tenha em mente que para fixar o conteúdo você deve compreender a teoria, fazer exercícios e elaborar sínteses (resumos, mapas mentais, flashcards…) que te ajudem na hora da revisão.

3. Seja crítica(o)!
Sempre reflita sobre os temas, pois o conhecimento é adquirido pela interpretação de informações.

DICA EXTRA

Os cronogramas do youtuber Felipe Araujo podem ser ferramentas muito úteis nestas
etapas, pois foram elaborados para garantir um aprendizado progressivo e definitivo. São explicados detalhadamente no vídeo abaixo, e estão disponíveis de forma gratuita nos links da descrição.

Felipe também dá algumas dicas para manter a motivação e estudar eficientemente:

A) estabelecer metas realistas

B) dormir e se alimentar bem

C) anotar apenas as informações mais importantes

D) descansar um pouco antes de iniciar cada assunto

De acordo com Paulo Freire em CONSIDERAÇÕES EM TORNO DO ATO DE ESTUDAR,

Estudar é uma forma de reinventar, de recriar, de reescrever – tarefa de sujeito e não de objeto. Desta maneira, não é possível a quem estuda, numa tal perspectiva, alienar-se ao texto, renunciando assim à sua atitude crítica em face dele.

Este vídeo produzido pela BBC News apresenta técnicas de estudo e checagem de
referências:

Não se esqueça de deixar nos comentários o que achou das dicas e o que mais faz parte da sua rotina!

Boa volta às aulas!

Reprodução InfoEscola

Quer saber mais? Dá uma olhada nessas referências:

  1. Canal do Felipe Araujo no YouTube
  2. CONSIDERAÇÕES EM TORNO DO ATO DE ESTUDAR, de Paulo Freire

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *