Você sabia que existe um Dia da infância?

Sem um grande apelo comercial e sem muita visibilidade, o Dia da Infância é comemorado em 21 de março. Esse dia foi pensado pelo UNICEF com o intuito de conscientizar sobre os direitos das crianças.

Por Luara Angélica

As crianças são uma parte considerável da nossa população: Segundo o IBGE, há cerca de 35,5 milhões de crianças no Brasil, o que corresponde a 17,1% da população, dessas 16,5 milhões são crianças de até quatro anos.

Apesar de serem numerosas, é muito difícil as crianças serem ouvidas e ter seus sentimentos respeitados, eu falei um pouco disso na matéria Uma conversa sobre adultocentrismo, mas hoje eu quero dizer que existe um dia só para elas! 

O Dia Mundial da Infância foi criado pelo UNICEF, com o objetivo de conscientizar todos sobre a importância de garantir uma boa formação social e educacional para crianças e que devem ser protegidas contra qualquer tipo de discriminação, agressão e exploração.

Essa data ainda relembra e dá ênfase aos direitos delas.

Imagem por @prioridadeabsoluta / Instagram

Ao contrário do Dia das Crianças, celebrado no Brasil em 12 de outubro, essa data não tem um apelo comercial e, consequentemente, não tem tanta visibilidade. Por isso, é tão importante falarmos sobre 21 de março.

O Marco Legal da Primeira Infância defende que o direito à cultura, brincar e ao lazer são áreas prioritárias para as políticas públicas e o ECA (Estatuto da Criança e do adolescente) defende que é nosso dever assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos à vida, à saúde, ao lazer, à cultura, entre outros… Mas sabemos que na prática isso não acontece, principalmente na quebrada. Não nos faltam dados para comprovar isso:

  1. Os direitos básicos são distantes das crianças em situação de vulnerabilidade social e segundo dados de um relatório publicado pelo Unicef em 2018, a cada 10 crianças, 6 vivem em situação de precariedade;
  2. Segundo o Relatório de progresso dos direitos das crianças no brasil da Plan International 20,3% das crianças e dos adolescentes (de 4 a 17 anos) têm o direito à educação violado no Brasil;
  3. E o mapa da desigualdade da primeira infância, mostra como é a vida dos pequenos na cidade de São Paulo.

O dia da infância pode ser uma boa data para festejarmos o momento gostoso e cheio de novidades que a infância pode ser, mas principalmente nos lembra que temos uma urgência: garantir que os pequenos cresçam com seus direitos assegurados.

Elis Santos @elissantosmar / Instagram. Foto por @fotosdaluara (uso autorizado pela mãe da Elis, Jéssica dos Santos Alves)

Quer saber mais?

Aqui estão alguns materiais pra você se aprofundar no assunto 😉

Seguimos defendendo o ECA! 

Arte em fundo branco. Na esquerda, foto de uma jovem branca sorrindo sobre linhas finas coloridas. texto: Luara Angélica. Tem 20 anos, é artista, comunicadora periférica e ativista pelo seu território: parelheiros. logo instagram @olhaumalua logo twitter @olhaumalua

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *