Vagas de trabalho: confira 9 sites para buscar emprego

Maio é o mês do trabalho e não está sendo fácil para as juventudes encontrar vagas para driblar um pouco as desigualdades. Selecionamos alguns caminhos que podem ajudar nessa busca

Procurar emprego é um desafio e tanto em tempos normais, mas na pandemia parece que tudo ficou mais difícil, não é mesmo?

Esse cenário fica evidente no levantamento feito pela empresa Austin Rating, que aponta um aumento de 14,5% na taxa de desemprego no Brasil para 2021, ultrapassando a taxa de países como Colômbia e Peru. Esse número significa que ao menos 14 milhões de pessoas estão sem renda no nosso país.

Segundo o Ipea, pessoas com idade entre 18 e 24 anos foram as mais prejudicadas pela falta de trabalho. O cenário que já era preocupante, durante a pandemia de covid-19 se agravou ainda mais: a taxa de desocupação subiu de 23,8% no quarto trimestre de 2019 para 29,8% no mesmo período de 2020 – são quase 4,1 milhões de jovens à procura de emprego.

Pensando nesse momento complexo, que exige muita paciência e persistência, selecionamos uma lista com sites gratuitos para você mandar seu currículo e buscar aquela vaga, saca só:

1. Vagas

Fundado em 1999, este site permite que você crie seu perfil, coloque todo o seu histórico profissional, onde estudou, o que gosta, entre outras coisas. Depois dessa etapa, começa a busca por emprego. Por meio de filtros, você consegue direcionar a pesquisa para encontrar vagas com o seu perfil. A dica é não ter preguiça na hora de montar seu currículo, leva tempo e quanto mais detalhes maior a chance da empresa recrutadora se interessar.

2. Linkedin

Conhecida como uma rede social mais “corporativa”, o Linkedin é um espaço legal para você criar seu perfil, seguir pessoas e compor uma rede de profissionais. É um site legal para você publicar os seus trabalhos e atingir pessoas de diferentes áreas, quem sabe alguém não se interessa e te oferece um emprego, né não? Além disso, tem um espaço para você pesquisar vagas, é só digitar na busca o que mais te interessa.

3. Goowit

Se a dica anterior é a rede social corporativa, o Goowit é carinhosamente chamado de “Tinder” do emprego. Isso mesmo. Por lá você encontra vagas de acordo com seus talentos e personalidade, tem a possibilidade de ter mentoria de profissionais para melhorar seu currículo e ainda te ajuda a descobrir o seu estilo comportamental e potencialidades, caso tenha dúvidas sobre suas fortalezas e fraquezas.

4. Trabalha Brasil

Antes conhecido como Sine, o site Trabalha Brasil é uma espécie de classificado online – para os mais jovens, antigamente os jornais tinham uma área específica que anunciavam vagas de emprego. O site promove o contato direto entre quem está procurando emprego e quem está contratando.

5. Emprega Brasil

Desenvolvido com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), o site tem como objetivo fomentar as políticas públicas de emprego. Ele disponibiliza um banco de vagas de acordo com o seu perfil e seus objetivos profissionais. A ferramenta faz a intermediação entre candidatos e empregadores.

6. Trampos

Antes de ser uma empresa, o site era um perfil no Twitter que compartilhava vagas de emprego. Em 2013, se profissionalizaram e oferecem informações sobre o mercado de trabalho, oportunidades para desenvolver suas habilidades ou te ajudam a encontrar uma nova oportunidade de emprego.

7. CIEE

Abreviatura para Centro de Integração Empresa-Escola, o CIEE é uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos, que presta assistência para estágio e inserção ao mundo do trabalho para adolescentes e jovens.

8. No terceiro setor

Tá a fim de trampar no terceiro setor?

Vira e mexe aparecem vagas legais em portais e blogs relacionados ao terceiro setor – a Viração sempre publica novas vagas por lá hehe. Diversas organizações do terceiro setor e entidades que trabalham na área de desenvolvimento sustentável publicam oportunidades por lá!

Também rolam iniciativas em mensageiros como o Whatsapp e o Telegram, além de planilhas que são organizadas para reunir vagas em organizações não governamentais. Fica de olho!

9. Grupos no Facebook, isso mesmo

Por fim, mas não menos importante, uma boa dica para procurar emprego é entrar em grupos do Facebook. “Ah, mas o Facebook ninguém mais usa, mimimi”. Mentira!! Existem diferentes grupos sobre diferentes áreas de trabalho. Pede para entrar em um que você vai ver: sempre tem vaga nova, nem parece que o desemprego no Brasil tá alto, é impressionante.

Quer ler mais sobre juventudes e mundo do trabalho?

  1. Jovens são o grupo que mais perdeu renda nos últimos 5 anos – A desvalorização da educação para pessoas com idades de 15 a 29 anos também aumentou. Dados são da primeira parte da pesquisa que busca mapear as juventudes brasileiras.
  2. Força de trabalho mais barata do mercado é a jovem – Especialistas apontam que, apesar de a entrada no mercado de trabalho sempre ter sido um desafio nessa faixa etária, as oportunidades estão cada dia mais precarizadas. Por Viviane Tavares – EPSJV/Fiocruz.

Conta pra gente: você conhece algum outro caminho legal pra buscar vagas?

Deixa nos comentários!

Ver +

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *