UNICEF realiza oficina de inovação com jovens e Christopher Fabian, diretor da Unidade de Inovação do UNICEF em Nova York

DSC00557

Pedro Neves, da Redação | Imagens: Pedro Neves

Ontem (18) o UNICEF organizou um encontro de troca de ideias e experiências entre diferentes adolescentes. A Oficina Adolescentes e Jovens Inovando juntou diversos coletivos para um diálogo sobre inovação. A grande novidade do evento foi a presença de Christopher Fabian, tecnólogo e designer que dirige a Unidade de Inovação do UNICEF em Nova York. O encontro aconteceu na Biblioteca Monteiro Lobato, no centro de São Paulo.

Christopher é conhecido por seu trabalho de desenvolver ferramentas para crianças e comunidades em ambientes com pouca infraestrutura, incluindo Digital Drum and RapidSMS (ferramentas inovadoras na comunicação). Em 2013 ele foi selecionado pela Revista Time como uma das 100 pessoas mais influentes no mundo.

“As soluções e os problemas são os mesmos, o mundo está falido. O clima está um desastre, a educação está uma catástrofe. Não sabemos como lidar com os problemas do mundo atual. Se pegarmos as ideias geniais dos jovens pelo mundo, podemos construir um novo planeta”, disse o tecnólogo.

Estava presente no encontro o pessoal do Instituto Querô, que utiliza o audiovisual como ferramenta para estimular talentos e ampliar horizontes profissionais para jovens em situação de risco social. Também esteve presente a Minha Sampa, envolvida em questões importantes de transparência, participação e formulação de políticas públicas, a ONG Énois que realiza cursos de jornalismo, cinema e audiovisual para jovens, a galera do Movimento 15 contra 16, que lutam contra a redução da maioridade penal e, finalmente, o grupo da Biblioteca Comunitária Caminhos da Leitura, de Parelheiros.

DSC00609

Após uma roda de conversas sobre projetos e experiências pessoais foi proposta uma atividade em equipe, em que os jovens deviam criar uma estrutura que impedisse que um ovo quebrasse em queda livre. Pensando juntos e se organizando, conseguiram formular ideias que não deixaram nenhum ovo quebrar.

“Pessoas que pregam uma estrutura mais conservadora se amedrontam com o poder da juventude. Eles não abrem espaços e pensam em medidas absurdas como a redução da maioridade penal. A partir do momento que a juventude for ouvida teremos avanços significativos”, finalizou Christopher.

 

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *