II Acampamento da Juventude discute ações de enfrentamento à violência

Por Diego Teófilo e Larissa Rayane | Agência de Notícias Jovens Comunicadores da Amazônia. Em Belém (PA), assim como em várias outras cidades brasileiras, temos vivido uma insegurança generalizada. No caso da capital paraense, nunca sabemos quando os ditos “carros pretos”, “carros prata” e “motoqueiros encapuzados” irão aparecer, provocando mais uma chacina nas periferias da […]Read More

Ato denuncia o genocídio de jovens negros no estado do

Por Marinéia Ferreira, Articuladora Jovem da Agência e membro da Rede de Mulheres Negras do Pará | Foto: Juliana Aleixo   O genocídio da juventude negra é fruto do racismo institucional presente na sociedade e vem crescendo de forma considerável nos últimos quatro anos na cidade de Belém e regiões metropolitanas de todo país. Em […]Read More

Não tem mais volta, nós mulheres estamos mobilizadas

| Sabrina Coutinho, estudante de editoração ECA-USP, feminista e voluntária da Rede Minha Sampa e da Rede Mulheres Mobilizadas No último domingo, 7 de agosto, marcamos o aniversário de 10 anos da Lei Maria da Penha marchando lentamente pela Avenida Paulista amordaçadas não apenas por lenços, esses simbólicos, mas por um Estado que não nos ouve — e nem […]Read More

Spray de pimenta marca a chegada do mandato provisório de

Maria Camila Florêncio, enviada da AJN a Brasília (DF) Ontem (11), após o esforço de manterem debatendo as prioridades do próximo Plano Nacional de Política para as Mulheres (PNPM), mais duas mil participantes da Conferência Nacional de Política para as Mulheres (CNPM) tiraram seus crachás e seguiram em caminhada até a Esplanada dos Ministérios. Durante o […]Read More

[Poema] Com medo da rua não conseguimos viver

Yara Lima, 22 anos, São Paulo | Imagem: Alexas_Fotos (Pixabay/Creative Commons) A rua Homens que olham Homens que se calam Homens que mexem Sem você querer Homens que chegam Homens que te comem Apenas no olhar Só sentem prazer Homens que falam “Que coisa gostosa” “Que peito gostoso” “Eu vou te lamber” “Te chupo inteirinha” […]Read More

Violência contra os Guarani e Kaiowa aumenta no MS

O aumento expressivo da violência contra os Kaiowa e Guarani no Mato Grosso do Sul, especialmente na região fronteiriça com o Paraguai e na região de Dourados, clama pela necessidade de ampliarmos e mantermos em pauta a discussão sobre os problemas políticos e seus desdobramentos acerca do processo de demarcação dos tekoha e os assassinatos […]Read More

90% dos casos de violência infantil não são denunciados e

De acordo com estudos realizados pelo CRAMI – Centro Regional de Atenção aos Maus Tratos na Infância do ABCD, 90% dos casos de violência praticada contra crianças e adolescentes não são denunciados. Thelma Armidoro Velasco, psicóloga e assistente técnica do Centro, explica que isso ocorre porque os casos acabam sendo encobertos pelos próprios familiares. “São […]Read More