Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/agenciajovem/public_html/wp/wp-includes/class-wp-post-type.php on line 526
sem trabalho infantil – Agência Jovem de Notícias

[POEMA e OPINIÃO] Trabalho infantil doméstico é ignorado

Dayana Silva (PA), adolescente comunicadora em Brasília; e Rose Veloso (PB), colaboradora da AJN em Brasília Infelizmente, no mundo todo, ainda há crianças e adolescentes trabalhadoras domésticas. As meninas são a maioria nesse tipo de trabalho  e na África se encontra o maior número de crianças nessa situação. Mas todos os países e indivíduos têm […]Ler mais

Formação auxilia educadores no combate ao trabalho infantil

Estão abertas as inscrições para o curso online “A Escola no Combate ao Trabalho Infantil (ECTI)”. Voltada para educadores, a formação é desenvolvida desde 2012 pela Fundação Telefônica em parceria com o Centro de Empreendedorismo Social e Administração em Terceiro Setor (CEATS). A quantidade de vagas varia para cada região do país. Depois de sua inscrição aguarde um e-mail confirmando […]Ler mais

Confira a Declaração dos Adolescentes participantes da 3ª Conferência Global

Da Redação Foram encerradas nesta quinta-feira, 10 de outubro, as atividades da 3ª Conferência Global sobre Trabalho Infantil, que reuniu delegações de 130 países para reafirmarem o compromisso de erradicar, até 2016, as piores formas de trabalho envolvendo crianças. E um dos momentos do último dia contou com a presença dos adolescentes brasileiros que realizaram […]Ler mais

“Transformamos a erradicação do trabalho infantil em política de Estado”,

Em entrevista aos adolescentes comunicadores da III Conferência Global sobre Trabalho Infantil, a ministra Tereza Campello, do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, afirmou que outros países acham que o Brasil é uma referência na erradicação do trabalho infantil. “Isso porque o governo assumiu que a questão precisa ser enfrentada e os resultados mostram que […]Ler mais

#FimdoTrabalhoInfantil Exemplo de militância e sensibilidade

Thailane Oliveira (RJ) e Sarah Suzane (AC), adolescentes comunicadoras em Brasília | Imagem: Felipe Campos Borges, educomunicador Durante o segundo dia da III Conferência Global Sobre Trabalho Infantil, em Brasília, o indiano Kaillash Sathyaste concedeu uma entrevista aos adolescentes comunicadores. Ele disse que conscientizar as pessoas mais tradicionais de que uma criança não deve trabalhar, […]Ler mais

PARA LER E ASSISTIR: Confira o boletim bilíngue da Conferência

Foi distribuído durante as atividades de hoje da Conferência Global sobre Trabalho Infantil a 1ª edição do boletim impresso Saca Só!, feito em edição bilíngue (português e inglês) pelos adolescentes participantes da cobertura educomunicativa. O impresso trouxe os principais destaques do primeiro dia do evento e pode ser baixado em PDF ao clicar aqui.   […]Ler mais

“Nós vamos conseguir!” é voz única entre nações na luta

  Thailane Oliveira (RJ) e Sarah Suzane (AC), adolescentes comunicadoras em Brasília | Imagem: Wesley Pizzol (ES), adolescente comunicador em Brasília As expectativas eram grandes quanto à 3ª Conferência Global Sobre Trabalho Infantil e o primeiro dia do evento veio como uma caixinha de surpresa: a presença inesperada de adolescentes surpreendeu muito dos presentes, como […]Ler mais

Ouça as impressões dos adolescentes sobre o primeiro dia da

Por Suzana Silva (PE), Cazuza Vonmuller (SC) e Daniele Fiel (PB), adolescentes comunicadores em Brasília (DF) Educomunicadoras: Cassia Barbosa (PE), Rose Veloso (PB), Maria Luiza Moura (GO) e Elisangela Nunes (SP) Na tarde do primeiro dia da 3ª Conferência Global sobre Trabalho Infantil, que acontece em Brasília (DF) até 10 de outubro, parte dos adolescentes […]Ler mais

PARA LER E OUVIR: “Erradicação do trabalho infantil é um

Por Hilamy Mar Moreira, 16 anos, e Marco Antônio Gama, 16 anos, adolescentes comunicadores em Brasília (DF) Educomunicadores: Bruno Ferreira e Rafael Silva / Foto: Wesley Bizzol, de 17 anos “Esse evento representa o fortalecimento e globalização do tema Trabalho Infantil. Devemos às crianças uma infância sem violência, sem medo e sem exploração, com educação. […]Ler mais