Jovens da Brasilândia realizam intervenções artísticas contra racismo, na próxima sexta-feira (10)

Brasilândia

No próximo dia 10 de outubro, das 14h às 18h, adolescentes e jovens da Vila Brasilândia vão usar a arte para sensibilizar a comunidade em torno dos seus direitos, do enfrentamento ao racismo e da violência contra a juventude.

A Praça Sete Jovens, onde já foram assassinados quatorze jovens, será o palco de intervenções de grafitagem, dança, rodas de conversa e exposição de fotografias. Segundo Larissa Marques, uma das organizadoras, a ideia é ressignificar a praça. “Todos nós temos amigos ou conhecidos que morreram na praça. Com essa ação desejamos mudar a rotina, fazendo com que ela seja apropriada pela comunidade novamente”.

Toda ação está sendo planejada por adolescentes e jovens moradores da região, que participaram do projeto Agência Jovem de Notícias, promovido pela ONG Viração Educomunicação, no âmbito do Plano Juventude Viva, em parceria com a Coordenação de Juventude de São Paulo e o Projeto Fliperama.

A Rede Nacional de Adolescentes e Jovens pelo Esporte Seguro e Inclusivo (REJUPE) também realizará intervenções contra o racismo no esporte, em parceria com o Fundo das Nações Unidas pela Infância (UNICEF).

Mostra de Fotografia

A mostra fotográfica Diversifica Periferia traz o olhar de jovens sobre a diversidade e o cotidiano dos moradores da Vila Brasilândia. Quer contribuir para que a comunidade reconheça e valorize a cultura, a história, beleza e a cultura negra que compõe a vida da região. Será lançada durante o evento e depois circulará por eventos e locais da região.

ANOTE AÍ:

10 de outubro, das 14h às 18h

Sete Jovens – Rua Pedro Pomar, s/n – Jd. Elisa Maria – Brasilândia

Confira o evento no facebook