Confira os vencedores do 1º Prêmio Nacional de Projetos com Participação Infantil

participação social

O projeto “Escola de Comunicação da Meninada do Sertão”, da Fundação Casa Grande Memorial do Homem Kariri, de Nova Olinda (CE), foi o grande vencedor da primeira edição do Prêmio Nacional de Projetos com Participação Infantil, realizada no dia 5 de agosto, no Centro Cultural Oi Futuro, em Ipanema (RJ).

O “Escola de Comunicação da Meninada do Sertão” foi escolhido por jurados especialistas na infância e por jurados mirins, sendo premiado pelos trabalhos de capacitação de jovens e crianças em diversas atividades, desde leitura até atividades mais elaboradas, como produção de uma rádio comunitária. A instituição foi premiada com o valor de R$ 10,5 mil.

O segundo lugar ficou com o projeto “Escola de Ser”, do Centro de Orientação em Educação e Saúde (CORES), de Rio Verde (GO), que levou o prêmio de R$ 7 mil. Já o “+ Criança na Rio +20”, da Fundação Xuxa Meneghel, do Rio de Janeiro, conquistou a terceira colocação e recebeu uma premiação no valor de R$ 3,5 mil.

Os projetos “Memórias do Futuro”, do Espaço Imaginário e do Pontão de Cultura Guaikuru (MS), “Projeto de Escuta de Crianças Para Construção do Plano Distrital pela Primeira Infância”, da Secretaria de Estado da Criança de Brasília (DF), e o “Ser Criança”, do Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento, de Araçuaí (MG), receberam menção honrosa por suas iniciativas.

O sucesso desta primeira edição da premiação, criada pelo CECIP, com o apoio da Fundação Bernard van Leer, do Instituto C&A, Rede Nacional Primeira Infância (RNPI) e da UNICEF, tem como objetivo fortalecer e disseminar o interesse da sociedade por ações de inclusão participativa infantil.

“A criação desse prêmio busca estimular outras iniciativas sociais e contribuir para a transformação das políticas públicas atuais. Toda criança tem o direito de participar de decisões públicas e organizacionais junto à sociedade. Fomentar esse processo é fundamental para formação dos jovens como cidadãos. É uma utopia, um desejo, mas também uma proposta concreta que pode se realizar”, afirma Claudius Ceccon, diretor executivo do CECIP.

 Sobre o CECIP

O CECIP – Centro de Criação de Imagem Popular foi criado em 1986 por um grupo de profissionais de diversas áreas como o educador Paulo Freire, Ennio Candotti, Eduardo Coutinho, Ana Maria Machado, Washington Novaes, Chico Alencar e Claudius Ceccon, atual Diretor Executivo, que decidiram colocar seus saberes e experiências a serviço da construção de uma sociedade democrática. Sua atividade abrange a produção de materiais audiovisuais e impressos, a realização de projetos de articulação e mobilização social e a capacitação de educadores e outros agentes sociais para atuarem na transformação de suas realidades.