[OPINIÃO] Por que não libertam Rafael Braga?

Eram 15 horas. O sol estava quente. Havia perdido meu ônibus e me locomovia para pegar outro na entrada do meu bairro. Esperei, e nenhum “Campo Grande” passou. De repente, vitória, vem o bendito, nem percebi o número de placa, só sei que é Campo Grande. Caio pra dentro. O veículo tá lotado, muito quente […]Read More