Pandemia: masturbação seria uma saída possível?

As fantasias eróticas não cabem em roteiros: cada encontro tem sua peculiaridade e para ter satisfação não tem como espelhar o desejo no outro, mas reconhecer o que na própria singularidade se deseja. Por Reynaldo de Azevedo Gosmão – Com o afastamento dos corpos, a pandemia impôs um dificultador no que tange a possibilidade de […]Ler mais