Como combater as Fake News?

Em vídeo, jovens participantes do Geração que Move falam sobre o impacto das fake news na sociedade e dão dicas para não cair nas armadilhas das notícias falsas – Como combater as fake news?  Desde o começo da pandemia de Covid-19 – e até antes dela – estamos sendo inundados por desinformação e notícias falsas […]Ler mais

“O Geração que Move me mostrou que a gente tem

Isabelle Moura, 17 anos, mora no Grajaú, Zona Sul de São Paulo, e reflete sobre as dificuldades e potenciais do seu território no projeto Geração que Move Por Unicef Brasil – “Eu sou uma artista, já fiz dança, acrobacia, aéreo, grafitti… fiz de tudo”, relata Isabelle Moura, 17 anos, paulista nascida no Grajaú, zona sul […]Ler mais

O poder de se expressar

Estevão Souza, 15 anos, mora no Jardim Ângela, Zona Sul de São Paulo. Participante do Geração que Move, foi encorajado a romper barreiras e desenvolver suas habilidades. – “Espero que o Geramove me ajude a me levar para o que eu quero”, afirma o adolescente, integrante do projeto Geração que Move, uma iniciativa do UNICEF, […]Ler mais

Cartas para o futuro

Qual mensagem você deixaria para você mesmo daqui 5 anos? Jovens participantes do projeto Geração que Move escreveram cartas para o futuro. Assista a série completa – “Para a Nath do futuro:  E aí, Nath, tudo bem? Então, quem diria, hein, que passaríamos por um ano tão difícil que nem 2020… espero que tenhamos passado! […]Ler mais

“Quero me formar em Medicina e ser cirurgiã”

Dedicada aos estudos, a adolescente Luziana Flora descobriu no projeto Geração que Move uma oportunidade de aprender mais sobre seu território Por Unicef Brasil – Nascida e criada no interior de Pernambuco, Luziana Flora mudou-se para São Paulo há três anos, acompanhando a mãe e o padrasto na busca por oportunidades de trabalho. “A viagem […]Ler mais

“Temos que fazer a diferença”

A adolescente Tamiris Pereira, moradora do Jardim Ângela, em São Paulo, enfrenta a pandemia com preocupação, encontrando ânimo no projeto Geração que Move Por Unicef Brasil – “Aqui não temos muita coisa. Até para estudar, preciso ir longe”, conta Tamiris Pereira, 15 anos, moradora do Jardim Ângela, Zona Sul de São Paulo. Estudante do ensino […]Ler mais