The Voices of Fukushima (In English)

“When will we be able to go fishing again?” “Is it okay to eat this food?” “Will I be able to get children when I’m old?” “When are my friends be able to come back saftly?” Question asked by the children that are still living in the evacuated area around the damaged Nuclear Plant of […]Ler mais

Marcha das Mulheres toma conta do Rio

Cerca de 5 mil mulheres dos cinco continentes seguiram em passeata pelas ruas do centro do Rio Janeiro, no dia 18 de junho. Militantes da causa feminista de movimentos sociais de todo o mundo gritaram palavras de ordem pedindo igualdade, respeito e o fim do machismo. A mensagem era passada também através de placas, faixas e palavras pintadas […]Ler mais

Cupula de los Pueblos: Súper Inútil se pone serio

Super inútil, propone una reflexión con humor en el contexto Río+20 hacia la inutilidad real de la Agenda 21 y el Mercado de bonos de carbono como herramientas para solucionar los problemas que acarrea el Cambio Climático. Anastasio Sanchez, su verdadero nombre, nos concedió esta nota. Porque de Hollywood a Paterwood? que es Paterwood? porque […]Ler mais

Maconha também é pauta na Cúpula dos Povos

“Não roubo, não mato, só fumo um baseado” esse era um dos gritos dos manifestantes da Marcha da Maconha dentro da Cúpula dos Povos. Dentro da Cúpula dos Povos diversas discussões são abordadas e diferentes grupos se expressam e reivindicam suas causas, com o debate sobre a questão da legalização da maconha não foi diferente. […]Ler mais

Lideranças de diferentes segmentos e idades compartilharam suas decisões em

O que eu vivi já em contribuição para um mundo democrático e sustentável? O que me deixou emocionado, com energia, me sentindo parte desse mundo democrático? Qual atitude em minha própria casa pode fortalecer minha própria história? Essas foram as questões que orientaram a fala de cada liderança participante do Diálogos Intergeracionais sobre Sustentabilidade na […]Ler mais

Dragon Dreaming como uma ferramenta para transição (Texto em português

John Croft é da Austrália. O blog do Dragon Dreaming (Sonho do Dragão) o descreve como “pai, agente de mudança, mentor para desenvolvimento organizacional e gereneciamento de projetos, co-fundador da Fundação Gaia da Austrália. John Croft trabalhou no campo do ‘Desenvolvimento Comunitário e Educação para o Empoderamento’ na Indonésia, Papua nova Guiné, Austrália, África, Estados […]Ler mais