Movimentos em defesa do meio ambiente usam ocupação de território

| Por Amanda da Cruz Costa, da World YMCA para a Agência Jovem de Notícias |   Um dos principais objetivos da 23ª Conferência das Mudanças Climáticas (COP23) é promover um espaço de debate sustentável entre governantes, organizações intergovernamentais, agências das Organização das Nações Unidas e sociedade civil. A organização YMCA Camp Climate atraiu jovens […]Ler mais

Povos indígenas lutam pelo futuro de suas novas gerações

Por: Amanda Cruz Costa A Conferência ONU sobre o Clima (COP23) é o lugar perfeito para vozes serem ouvidas. Desse modo, a Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climática (UNFCCC) dedica há anos um dia especial aos povos indígenas. No caso da Conferência de Bonn, aconteceu hoje, 7 de novembro, para que seus representantes  tivessem […]Ler mais

Movimentos sociais do campo criticam Acordo de Paris durante a

| Por Paula Bonfatti, da Agência Jovem de Notícias São Paulo | “O Acordo de Paris baseia-se na comodização da natureza, nos mercados de carbono, e não tem efeito vinculante”, afirmou a representante da organização internacional Via Campesina no primeiro dia da 23ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP23) em Bonn, na Alemanha. […]Ler mais

O que esperar da implementação do Acordo de Paris?

Por: Luz Falivene, de Bonn/ Tradução: Fernando Favaro As negociações sobre mudanças climáticas começaram ontem em Bonn, na Alemanha, e vão até o dia 17. Em um dos primeiros eventos paralelos na zona de Bonn, – onde organizações da sociedade civil  e movimentos sociais podem realizar ações distintas alinhadas à agenda do evento – representantes […]Ler mais

Talanoa: das palavras às ações

Por: Elisa Calliari e Paulo Lima, de Bonn/ Tradução: Ethel Rudnitzki A Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2017, também conhecida como COP23, começou hoje em Bonn, uma pequena cidade no nordeste da Alemanha, famosa por ser a capital alemã na Guerra Fria e cidade natal de Beethoven. Pela primeira vez na história, a […]Ler mais

“Do ego ao eco”: como a comida muda nosso mundo

Por Davide Leonardi e Tommaso Schirru/ Tradução: Fernanda Favaro “Do ego ao eco”: esta é a chamada da oficina realizada por uma associação chamada Brighter Green. Esta organização, localizada em Nova York, trabalha com políticas e a equidade alimentar especialmente na Índia, no Brasil, na China e na Etiópia, e com a relação entre mudanças climáticas […]Ler mais

Como a China está ficando verde

Rizzoli Elisa e Schirru Tommaso/ Tradução: Fernanda Favaro O Dragão Vermelho queima cerca de 45% do carvão utilizado em todo o mundo e, desde 1990, suas emissões de dióxido de carbono aumentaram de 2 a 9 bilhões anualmente. Existem mais de 2.300 usinas de carvão na República Popular da China e elas representam a primeira […]Ler mais