Cena Viva I – temáticas necessárias

No primeiro artigo desta série, falaremos do impacto que a arte traz à sociedade, como ela reverbera em nós. Trazer atenção à vida da cena no nosso dia a dia e nas metamorfoses sociais. Por Erik Martins – Fiquei refletindo esses dias e decidi inaugurar um momento novo por aqui, para podemos conversar melhor sobre […]Ler mais

Sobre ser artista… e LGBTQIA+

Uma reflexão sobre ligações e descobertas entre a arte e as vivências LGBTQIA+ Por Erik Martins – Uma vez pediram à atriz Fernanda Montenegro uma dica para quem quisesse seguir a carreira artística. Ela respondeu: desista. Disse para procurarem outra coisa que fosse do interesse de cada um. Isso se fosse o caso de alguém […]Ler mais

Sobre a Corporeidade

No décimo artigo da série sobre os valores civilizatórios afro-brasileiros, um olhar sobre a corporeidade enquanto linguagem, o conhecimento do corpo e sua valorização. O corpo carrega em suas marcas as memórias da nossa ancestralidade.  Por Cassia Flavio de Oliveira – A corporeidade como valor afro civilizatório, refere-se à relação do ser com seu corpo.  […]Ler mais

Mostra de cinema promove conscientização ambiental

Uma das principais metas mundiais da atualidade é o desenvolvimento sustentável. Em 2016, a ONU lançou os 17 objetivos de desenvolvimento sustentável para o mundo, conciliando direitos humanos, crescimento tecnológico e preservação do meio ambiente. Essa é a proposta da Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental, que chega esse ano a sua 6ª edição. Com entrada […]Ler mais

5 filmes sobre sexualidade que você tem que assistir

O cinema tem representado cada vez mais a sensibilidade e as particularidades do ser humano nas telas. Antes utilizada como ferramenta de registro para fatores históricos, hoje a cinematografia pauta o cotidiano e entendimentos do ser, a partir da abordagem de temas complexos como sexualidade, raça e classe. A frase de abertura ou encerramento “Baseado […]Ler mais

HQ Maus: Ratinhos e gatinhos nada fofos

Imagine uma história em quadrinhos cujos personagens são ratos, gatos, porcos e cachorros que pensam, falam e agem como humanos. Esse recurso foi utilizado desde os primórdios para compor narrativas normalmente associadas ao universo infantil como as fábulas e os contos de fadas e popularizadas mundo afora por personagens fofinhos como o camundongo Mickey, o […]Ler mais

Coletivo de moradores do bairro da Cabanagem na periferia de

Nascendo da vontade de dá uma resposta à naturalização do preconceito que ronda os moradores das periferias de Belém, onde em sua maioria os casos de vitimização são os/as jovens. O OcupArte Surge como uma proposta de intervenção ao que está posto na cidade. Nesse sentido, pela necessidade de se fazer uma resistência urbana pelo […]Ler mais