Suplicy e Nabil discutem a redução da maioridade penal no #GabineteAberto

gabineteaberto

Aconteceu nesta segunda feira (22) o especial 20 edições do #GabineteAberto. Este debate comemorativo contou com a presença dos secretários de direitos humanos de São Paulo, Eduardo Suplicy, e cultura, Nabil Bonduki. A discussão central do programa foi a redução da maioridade penal, em q ue os políticos falaram de suas opiniões e responderam questões do público e convidados.

Ambos os entrevistados se posicionaram contra a (PEC) 171/93, que altera a maioridade penal de 18 para 16 anos. “Há 500 anos já se discutia que pena de morte não era a solução. As cadeias hoje são escolas do crime, reduzir a maioridade é retroceder como sociedade”, diz o ex-senador Suplicy. “Colocar o jovem de trás das grades não melhora a segurança. É muito mais inteligente investir em programas de inclusão da criança e do adolescente”, fala Nabil.

Além das opiniões, os secretários ainda falaram de programas e mudanças necessárias para que o jovem tenha participação e importância na construção de uma sociedade. “Precisamos aumentar o número de creches, montar atividades extracurriculares e garantir uma renda básica mínima para todas as pessoas”, afirma o secretário de direitos humanos. Ele citou o caso de Portugal e disse como garantir o mínimo de dinheiro pode abrir novos horizontes: “A renda básica de cidadania abre escolhas para os jovens”.

O secretário de cultura falou da Virada Cultural 2015 e da importância de fazer o evento nas comunidades, não só nos grandes centros. “Precisamos pensar de maneira mais horizontal. É importantíssimo realizar ações onde o jovem é o protagonista. Temos de dar um salto numa revolução educacional, repensar a maneira que são tratados e vistos na escola e sociedade”, diz Nabil.

Texto e Imagem: Pedro Neves

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *