Sociedade Civil participa do NETmundial ao vivo

sociedade civil

A sociedade civil se reuniu para debater e elaborar propostas sobre o futuro da internet no Brasil e no mundo. As reuniões aconteceram durante o Arena NETmundial- encontro internacional e multissetorial para debater a governança da Internet.

No primeiro dia de transmissão, quarta-feira, 23, o HUB Brasil dentro do #ArenaNETmundial falou ao vivo para o plenário do NETmundial. A chamada ao vivo foi feita pelo Assessor Técnico da Secretaria Geral da Presidência Ronald Costa, o qual passou a palavra para a pesquisadora Fernanda Rosa fazer a leitura do documento síntese do HUB brasileiro. O documento propõe rumos à governança na Internet no mundo. No segundo dia, foi a vez do jovem Gabriel Yuji, 16, estudante de Informática do Instituto Federal de Tecnologia de São Paulo (IFSP) apresentar o documento síntese com as propostas elaboradas durante o #ArenaNETmundial.

Gabriel e Fernanda foram escolhidos pela sociedade civil presente no HUB Brasil para apresentar ao vivo as propostas ao documento final do NETMundial, que deve ser fechado ainda nesta quinta-feira, 24. Gabriel comentou após a transmissão: “Meu professor de redes indicou o #ArenaNetMundial para os alunos participarem. Nós escrevemos propostas para a consulta pública que rolou no portal Participa.br e enviamos. Depois fomos selecionados para estar aqui e conseguimos sintetizar nossas intenções, tendo por base todas as participações (mais de 280 mil) numa redação única. Chegamos a um consenso e apresentamos nossas contribuições para a plenária do Net Mundial. Foi legal fazer parte disso”.

Direitos

No primeiro dia de reunião, os debatedores avaliaram e fizeram sugestões sobre o documento Princípios de Governança na Internet, disponibilizado pelos organizadores do NETMundial e construído de forma colaborativa. O HUB Brasil entrou ao vivo no encontro multissetorial e apresentou contribuições para o material.

O direito a garantia de privacidade no ambiente online recebeu atenção especial por parte dos debatedores. O texto sugerido pelo NETmundial fala em “evitar” a coleta e utilização de dados pessoais, o HUB Brasil entendeu que é preciso “proibir” e regulamentar esse procedimento. Outro ponto observado, foi a questão da democratização do acesso à internet, os participantes sugeriram que isso se torne uma responsabilidade a ser acatada por todos os entes multissetoriais.

Na quinta-feira, 24, os presentes no HUB Brasil avaliaram o documento que fala sobre o roteiro para a evolução futura  da Governança na Internet, também compilado e disponibilizado pela coordenação do NETmundial.

Neutralidade da rede, segurança e a democratização de temas ligados à governança da Internet foram destacados pelos representantes da sociedade civil. Para o HUB Brasil, é necessário criar um órgão multissetorial mundial para garantir a segurança dos usuários e a democratização dos temas debatidos.

Confira o documento na íntegra.

Por Grazielle Machado e Danilo Castro, no Participa.br | Imagem: Participa.br

carolina ellmann

Ver +

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *