Sobre Gênero e Mudanças Climáticas

Durante a COP18 um tema que se destacou foi gênero e mudanças climáticas. Primeiro porque a representação das mulheres durante as negociações ainda é muito pequena. A maioria dos negociadores e chefes de delegação são homens. Outro debate é o de que as mulheres são mais vulneráveis aos desastres causados pelas mudanças do clima do que os homens. Isso porque, a maioria das mulheres são responsáveis pelo cuidado com a família, pela busca e preparo dos alimentos e um desastre causado pelas mudanças do clima colocariam em risco a atuação delas em seus lares e comunidades.

Super Fulanito entrevistou Marina Flevotomas, jovem grega que estava em Doha, no Qatar, defendendo a pauta de gênero e mudanças climáticas.

Confira a conversa:

Evelyn Araripe é jornalista e educadora ambiental. Foi educomunicadora na Viração Educomunicação entre 2011 e 2014. Atualmente vive na Alemanha, onde é bolsista do programa German Chancellor Fellowship for tomorrow’s leaders e administra o blog Ela é Quente, que conta as histórias de vida de mulheres que estão ajudando a combater os efeitos das Mudanças Climáticas ao redor do mundo.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *