‘Slam viral’: antídoto é poesia

Campanha reúne artistas de todo o Brasil em vídeos com poemas e rimas explorando temas relacionados ao combate à pandemia de covid-19

Com a pandemia de coronavírus e o isolamento social cada vez mais necessário, as atividades de lazer e cultura antes acessíveis às juventudes das periferias agora estão interrompidas por tempo indeterminado. Uma situação bastante delicada que vem mexendo com adolescentes e jovens de todo o Brasil.

Diante dessa nova realidade, diversas iniciativas estão surgindo para manter conexões utilizando ferramentas digitais e a internet para garantir lazer e expressão para as pessoas, como é o caso do Slam Viral.

Um grupo de poetas e apoiadores/as do movimento dos Slamsas batalhas de poesia marginal que vem conquistando cada vez mais espaço entre as juventudes periféricas – criou uma campanha convidando artistas de diversas regiões do país para expressarem através de suas rimas o que sentem durante o isolamento social.

A campanha “Antídoto é Poesia” publica uma rima por dia nas redes sociais do Slam Viral, com mensagens originais de luta, protesto, recados sobre prevenção e inspiração.

As e os poetas que enviaram suas contribuições passaram por uma seleção, que foi encerrada com a realização do evento virtual ao vivo “Slam Viral – Viralizando Poesias por Todas as Partes”, que aconteceu no último dia 5 de maio.

Quem se classificou para a final concorreu a prêmios oferecidos por parceiros, como as Antologias Poéticas dos anos 2017 e 2018 do @slamdaguilhermina, camisetas da campanha #ParemDeNosMatar, pelo fim do Genocídio da Juventude Preta, Pobre e Periférica e uma lata estilizada pelo artista Helder Holiveira, do projeto @afetonalata.

Confira o resultado da primeira edição:

1º lugar: Jéssica Preta (PB) Slam Pedregal/Campina Grande/PB @jessica.preta_

2º lugar: empate entre Matriarcak (SP) Slam Pavio Curto/Osasco/SP @matriarcak e Natália Pinheiro (CE) Slam Caruarú/Caruarú/PE @preta_poeta_

3º lugar: Bruna Motta (SP) Slam Campão/MS @mottabrunapoetisa

A campanha e a competição de rimas estão na plataforma Comunicação contra o Corona, que reúne uma série de campanhas desenvolvidas por organizações e coletivos de todo o Brasil   têm como objetivo maior dar voz às juventudes periféricas, levando informação e despertar a atenção sobre a gravidade da pandemia de Covid-19 com uma linguagem acessível a toda a população.

Assista, baixe e compartilhe 25 slams de diversos artistas do Brasil

Quem faz o Slam Viral:

Chico Cesar (idealizador e articulador), Gabi Bindin (articuladora, designer e criadora), Isadroga (poeta, slammaster e organizadora), Trevo Ribeiro (poeta, Slammaster e organizador), Jéssica Preta e Beck (poetas, slammasters e organizadores) e Rômulo Pahaliah (poeta, slammaster e organizador).

Acompanhe as atividades do Slam Viral através de suas páginas no Facebook e no Instagram

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *