Seja Repórter da Quebrada na Periferia em Movimento

Produtora de conteúdos seleciona 5 jovens para programa de residência e produção jornalística a partir das vivências na quebrada. Inscrições até 28/03

A Periferia em Movimento convida 5 jovens que vivem em áreas periféricas de São Paulo para participar do programa de residência “Repórter da Quebrada”, refletindo e produzindo o jornalismo de quebrada a partir das vivências de nosso cotidiano de trabalho.

Card de divulgação da seleção

São 5 vagas para quem deseja atuar como REPÓRTER DA QUEBRADA!

Ao longo de 14 meses, participantes vão participar da construção de pautas, bem como apuração e produção de reportagens, articulação territorial e distribuição de conteúdos em diferentes formatos com apoio de uma equipe de profissionais com especialidade em texto, foto, vídeo, áudio, design e redes sociais.

INSCRIÇÕES ATÉ DOMINGO, 28/03/2021.

SOBRE AS VAGAS

– São 5 vagas voltadas a jovens de periferias que já têm vivência em comunicação e/ou jornalismo e interesse em aprimorar os conhecimentos na área na prática
– Dedicação de 50h por mês (em média, 12h30 semanais, podendo variar)
– Atuação inicialmente remota (eventualmente, com deslocamentos para encontros e trabalhos presenciais e/ou no espaço sede localizado no Grajaú – a depender da situação sanitária)
– Período: 14 meses (de abril a dezembro/21 e fevereiro a junho/22)
– Bolsa mensal de R$ 700 + R$ 100/mês de ajuda de custo para internet e outros gastos

Perfil desejado

– Disponibilidade para participar de encontro formativo e reunião de pauta semanal, nas manhãs de quarta-feira + 10h semanais para formação, elaboração e produção de conteúdos (a combinar rotina)
– Faixa etária entre 18 a 29 anos
– Morar em uma quebrada da cidade de São Paulo, prioritariamente na zona Sul (em especial distritos de Grajaú, Parelheiros e Marsilac)
– Possuir vivência em produção de conteúdo é fundamental
– São diferenciais (não eliminatórios): participar ou ter participado de cursos, oficinas ou encontros de aprendizagem realizados pela PEM, por outros coletivos de comunicação periféricos e/ou cursos técnico ou universitário

IMPORTANTE: Pessoas negras, indígenas, mulheres, LGBT+ têm prioridade na seleção. Informe se você se considerar beneficiária/o dessa ação.

.

Sobre a Periferia em Movimento

A Periferia em Movimento é uma produtora de jornalismo de quebrada com sede no Grajaú (Extremo Sul de São Paulo). As pessoas selecionadas vão atuar no âmbito do projeto “Repórter da Quebrada – Uma morada jornalística de experimentações”, metodologia que consiste num ciclo completo de vivências em articulação, produção e distribuição de conteúdo jornalístico nas periferias de São Paulo. O projeto é uma realização da Periferia em Movimento com o Fomento à Cultura da Periferia, da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, e vai rolar de março/21 até junho/22.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *