Sarau das Pretas lança primeira antologia “Narrativas Pretas” com 20 novas autoras

Projeto contemplou escritoras pretas e LGBTQIA+ residentes em São Paulo, com destaque de colocação para  Ingrid Martins (1º lugar),  Nayla Aauri (2º lugar) e Aiê Antonio (3º lugar)

No próximo dia 25 de julho ocorre o lançamento oficial do livro “Narrativas Pretas”, que é o resultado do concurso literário realizado pelo Sarau das Pretas. A escolha da data faz alusão ao Dia da Mulher Negra Latina e Caribenha e ocorrerá de forma online, no Facebook do coletivo. A live terá ainda participação das artistas Bia Ferreira e Doralyce.

A publicação reúne 30 mulheres, sendo 20 autoras contempladas no concurso, escritoras homenageadas, as avaliadoras da obra e as integrantes do sarau. A obra traz textos inéditos de quem participou e venceu o concurso lançado em novembro do último ano. A proposta é destacar novas narrativas a partir da escrita de mulheres pretas das comunidades de São Paulo. Entre as selecionadas, vale destacar Ingrid Martins (1º lugar),  Nayla Aauri (2º lugar) e Aiê Antonio (3º lugar).

A antologia teve organização das escritoras e integrantes do Sarau das Pretas,  Débora Garcia e Elizandra Souza, projeto gráfico de Thiago Lima, ilustração de capa de Linoca Souza, fotografia de Larissa Rocha e revisão de Dayse Oliveira.

Os textos da obra são todos inéditos e de mulheres que se autodeclaram negras e/ou LGBTQIA+. “Queremos promover a imagem e os trabalhos destas mulheres, que não tiveram ainda a chance de mostrar seus trabalhos. O concurso é uma das ações assertivas do Sarau das Pretas, que leva por onde passa diversas narrativas neste contexto. Pautando o protagonismo da mulher negra como um ato cultural e político”, disseram as organizadoras, que são as integrantes do Sarau das Pretas.

Integrantes do coletivo / divulgação

O concurso é também uma tentativa de abrir as portas para que outras mulheres negras possam expressar suas vivências e trajetórias por meio da poesia de tema livre, tal qual ocorre no Sarau das Pretas, que foi criado em março de 2016 e tem como integrantes Débora Garcia, Elizandra Souza, Jô Freitas, Taissol Ziggy e Thata Alves, com apresentações e atividades que reúnem um grande público disposto a vivenciar e compartilhar reflexões que as mulheres expressam por meio da arte.

Nesta primeira edição literária, o Coletivo homenageia as autoras Miriam Alves e Luz Ribeiro, ícones de suas gerações cuja produção literária e atuação social trazem grande contribuição às pautas negras e de gênero.

Vale lembrar que o  concurso é um projeto que foi contemplado pelo VAI – Programa de Valorização de Iniciativas Culturais da Secretaria de Cultura Municipal de São Paulo.

Serviço
o quê: Lançamento do livro “Narrativas Pretas”
quando: 25 de julho de 2020 , das 18h às 20h
onde: Facebook Sarau das Pretas
endereço: https://www.facebook.com/saraudaspretas
mais informações: www.saraudaspretas.com/narrativaspretas
vendas do livro:https://www.saraudaspretas.com/
instagram:www.instagram.com/saraudaspretas

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *