{reprograma} teens: programação também é ‘coisa de menina’

Programa de formação em programação front-end com workshop e curso gratuito para meninas de 14 à 17 anos recebe inscrições até segunda-feira, 05 de outubro. 100% online e gratuito

Redação AJN

Programação também é coisa de menina!

O universo da tecnologia é um dos setores que mais cresce no mundo e um dos que mais sofre com a disparidade de gênero. Mulheres são apenas ⅓ da força de trabalho em vagas de T.I. e apenas 13% dos estudantes matriculados em cursos de Ciência da Computação são mulheres.

Mas as mulheres estão se apropriando destes conhecimentos e se tornando profissionais em posições da programação e desenvolvimento, e esse avanço incrível pode acontecer graças ao trabalho de grupos de mulheres que trabalham na democratização destes conhecimentos. Uma delas é a {reprograma}, que trabalha para empoderar e educar mulheres com conhecimentos de computação e ferramentas de capacitação profissional.

A {reprograma}, em parceria com a B3, bolsa do Brasil, oferece o {reprograma} teens: Bootcamp para meninas de 14 à 17 anos, cisgênero e transgênero, de todo o Brasil. 

O curso é gratuito, 100% online e terá 6 semanas de duração, começando por um workshop e conjunto de aulas que acontecem nas tardes de quartas-feiras e sábados, em tempo real. Nelas as alunas aprenderão a base para a programação front-end: HTML, CSS, Javascript e lógica de programação. Tudo isso com aulas interativas e projetos práticos.

As inscrições ficam abertas até 05/10 e o processo seletivo está listado abaixo:

1 – Preencher o formulário online;

2 – Enviar um vídeo de apresentação;

3 – Participar do Workshop online;

4 – Aguardar o resultado.

Cansa ouvir que meninos são de exatas e meninas de humanas, né? Essa é uma oportunidade para começar a se aventurar no universo da tecnologia!

Site do curso / Reprodução

Acesse o site e saiba todos os detalhes: https://www.reprograma.com.br/front_end_b3.html

Acompanhe a {reprograma} nas redes sociais: Facebook, Instagram, LinkedIn ou Twitter.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *