One Comment

  1. Raju
    11 de agosto de 2012 @ 13:18

    Querida, Dona Lucedlia, aonde neste texto que nos sobrevoa vocea chgeou a concluse3o que o rigor cientedfico e9 totalite1rio?Ne3o existe nada mais democre1tico do que o rigor cientedfico, quando exercido de forma e9tica, a procura da verdade.A academia e9 uma construe7e3o coletiva. c9 o modelo, mesmo com seus desvios, do Orkut do papel.A rede social mais antiga que se tem notedcia, muita coisa da web 2.0 este1 e vai beber dessa fonte, que ficou meio poluedda, mas na esseancia, o que os se1bios fizeram no passado foi um mundo 2.0 possedvel, atrave9s de cartas, livros e encontros espore1dicos, movidos a carruagem e talvez a f3pio.;)O respeito pelos autores, a procura de testes de validae7e3o, o debate, a contra argumentae7e3o.Nada e9 mais 2.0 do que um debate bem feito, em cima de argumentos sf3lidos e ne3o sf3lidos, para que os dois lados coo-vene7am.Aonde este1 a pre1tica totalite1ria nisso?Digo ate9 que existem teorias com autoridade e outras autorite1rias.As primeiras permanecem no mundo pela sua utilidade e as outras somem por que foram construeddas na fore7a.O mundo 2.0 vem trazer a Inteligeancia Coletiva ao mundo, mas ela je1 existe desde as cavernas.O que se trata aqui e9 como vamos levar estes debates dentro do mundo 2.0.E o que eu defendo e9 ne3o aceitar, em hipf3tese alguma, que algue9m ne3o coloque suas cartas na mesa, pois teve a intuie7e3o de ser otimista.Numa ego-trip isso sim e9 completamente anti-inteligeancia coletiva.A ne3o ser que inauguremos a viagem coletiva, que tambe9m e9 boa mas ne3o vai nos ajudar a resolver alguns problemas, se bem que outros ;;;)Seguindo: O Leandro mandou bem quando lembrou da Lf3gica do Cisne Negro do Nicholas Taleb. Recomendo a leitura .Je1 comprei pela Estante, vou ler sf3 de raiva Te1 aed um belo exemplo de que a “cognie7e3o” humana sozinha ne3o e9 essa coca-cola toda. BIM, quem falou que rigor cientedfico, e9 sozinho?Se vc este1 te3o animada e me fore7ando a gastar, sugiro que a senhora compre o livro do Popper que indiquei acima, tem uns pedae7os interessantes, na prf3xima vez que nos encontrarmos, levo para vocea tirar xerox.(Veja que eu compro os livros e eu deixo vocea tirar xerox, o pessoal que vai lendo, vai vendo essas coisas.) Junto com isso, tambe9m recomendo que vocea dea um “reorg” no seu “back log” de leitura e puxe pre1 frente, urgentemente, aquele exemplar do Blink, a decise3o num piscar de olhos, que vocea trouxe dos EUA Se essas duas refereancias ne3o bastarem para te demover da intene7e3o de lutar para abduzir os otimistas, sugiro o Jung, que he1 mais de meio se9culo atre1s, apontou pre1 importe2ncia do equiledbrio dine2mico das quatro fune7f5es humanas: emoe7e3o, intuie7e3o, sensae7e3o e pensamento .Ok, rigor cientedfico e9 igual:Estruturas escritas que comprovam determinada tese, sujeita a levar tapa de todo os lados. Essas estruturas escritas, que se3o fruto do rigor cientedfico (acho que vocea ne3o gostou da palavra rigor ) deve ser feita com emoe7e3o, intuie7e3o, sensae7e3o e pensamentos, pois sem tudo isso, a possibilidade de ela ne3o ter autoridade aumenta em 76%. (Vou mudar o conceito, vou tentar utilizar me9todos cientedficos abertos, coletivos, 2.0 .vai ficar menos agressivo, aceito a sugesta.) Por fim eu discordo do Roney quando ele diz que o pessimista patolf3gico e9 um egoedsta. Eu diria que o pessimista patolf3gico e9 um depressivo e necessita de cuidados me9dicos. Je1 o otimista patolf3gico e9 sf3 um chato, que deve ser evitado, de vez em quando… Tf4 vendo a hora de tu me mandar ele ler Freud em Aleme3o, a colee7e3o inteira.;)Isso ne3o tem na Estante!Valeu a visita c9 isso. Se a intene7e3o foi sf3 provocar, conseguiste! Claro que ne3o foi, tf4 pensando ate9 em tirar esse espae7o de comente1rios do blog 😉

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top