Projeto da USP lança e-book sobre coletivos culturais da periferia

E-book sobre coletivos culturais da periferia livro“Periferias insurgentes: ações culturais de jovens na periferia de São Paulo” foi desenvolvido pelo Observatório de Coletivos Culturais da Periferia de São Paulo (OCCP)

Por Luana Machado, do Labidecom

O projeto Observatório de Coletivos Culturais da Periferia de São Paulo (OCCP) nasceu em 2019 com o objetivo de pesquisar e mapear iniciativas de coletivos culturais das zonas periféricas da Grande São Paulo. O Observatório foi desenvolvido a partir da pesquisa “Periferias Insurgente”, do Programa Ano Sabático (IEA-USP), desenvolvido pelo professor de jornalismo (CJE) Dennis Oliveira, que faz levantamento dos programas de incentivo cultural em bairros da periferia do Programa VAI (Valorização das Iniciativas Culturais), da Prefeitura de São Paulo.

“O que justifica esta nossa pesquisa é que estão surgindo novos protagonistas midiáticos e culturais na esfera pública que precisam ser compreendidos no campo da comunicação, das ciências sociais, da ciência política”, conta Dennis Oliveira docente da USP e coordenador do OCCP. Como aponta no livro, esse processo está criando novos intelectuais, chamados de “intelectuais periféricos”.

A pesquisa do professor Dennis nas experiências culturais e organizativas de regiões periféricas começou ainda em 2016 com o projeto “Movimentos sociais, cultura, comunicação e território em S. Paulo, Bogotá e Buenos Aires”, financiada pela Fapesp e que contou com pesquisadores do Celacc (Centro de Estudos Latino Americanos sobre Cultura e Comunicação).

Nele, foram visitados bairros periféricos dessas três cidades e observado como essas experiências culturais geram fortalecimento de vínculos e percepção das desigualdades territoriais. “Tais percepções se transformam em potências políticas, sociais, organizativas que se expressam tanto em lutas por políticas públicas e direitos humanos como também na batalha pelo direito de se expressar por si mesmos. A periferia deixa de ser só o lugar da carência e da ausência e se transforma em potência”, afirma Dennis.

Com isso, surgiu a necessidade de criar um novo conceito de movimentos sociais, tendo em vista esse processo cultural e periférico transformador, o que é buscado pela pesquisa “Periferias Insurgentes”. O OCPP integra a pesquisa e tem contribuído especialmente no mapeamento dos coletivos culturais. Eles já produziram um vídeo-documentário e o livro Periferias insurgentes: ações culturais de jovens na periferia de São Paulo”, lançado esse ano.

Para realização do livro, os pesquisadores fizeram um levantamento quantitativo. No site do Observatório é possível visualizar a distribuição dos projetos aprovados pelo Programa VAI por região (considerando as zonas de São Paulo), por área de desenvolvimento cultural (literatura, artes visuais, audiovisual, e etc), por tempo de duração e até gênero dos participantes.

A ideia do mapa e do livro é mostrar a existência de uma tradição de organização comunitária e cultural invisibilizada e que hoje podem contar com o impulso de programas de fomento. Segundo Dennis, os projetos são uma combinação da experiência organizativa destes jovens por meio dos seus vínculos territoriais, os recursos públicos que impulsionam e o compartilhamento de conhecimentos acumulados destes jovens nos seus territórios.

O ebook tem acesso gratuito no Livros Abertos da USP e também possui uma versão impressa com tiragem limitada para distribuição em bibliotecas comunitárias dos coletivos. O objetivo é trazer mais visibilidade a esses projetos tornando o material o mais acessível possível e também ampliar o escopo de visão de sociedade da academia. Sobre isso, o coordenador do OCCP conta: “não é possível uma universidade que pretende ser o centro produtor de conhecimento desconhecer a realidade da cidade onde está sediada ou mesmo do seu país. Estes territórios periféricos são lugares em que brotam experiências de organização, construção de conhecimentos, tecnologias sociais, entre outros extremamente sofisticadas que precisam pautar as reflexões teóricas e científicas dos pesquisadores da USP. Este é o nosso objetivo”.

Periferias insurgentes: ações culturais de jovens na periferia de São Paulo

Lançamento: 2021
Autores: Dennis de Oliveira, Juliana Salles de Sousa, Maíra Carvalho de Moraes, Mariana de Sousa Caires

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *