Programa de rádio elaborado por adolescentes reflete as preocupações dos quilombos

quilombo

O Inesc lança o programa de rádio intitulado “O desafio de educação para comunidades quilombolas”, que foi elaborado por jovens moradores do quilombo Mesquita, o mais próximo da Capital Federal. A iniciativa desenvolvida pelo projeto Onda: adolescentes em movimento pelos direitos foi toda concebida pelas oficinas do projeto e pelos próprios jovens. Por meio do programa, os participantes trazem dados sobre o investimento na educação quilombola e mostram os costumes, cultura, tradições e realidade do quilombo.

O quilombo Mesquita fica em Goiás, perto da Cidade Ocidental e é uma comunidade com mais de mil habitantes e existe há 200 anos. O marmelo e o cultivo de outras frutas são as principais formas de produção da comunidade. Um dos costumes mais antigos é a catira, um estilo de música tradicional deles da região.

As entrevistas elaboradas para o programa contaram com a participação dos habitantes mais antigos da região, de professores da escola Aleixo Pereira Braga, escola que oferece apenas o ensino básico, estudantes e de jovens que sonham em melhorar as condições do quilombo por meio dos conhecimentos adquiridos na universidade. São vozes de várias gerações em diálogo sobre suas realidades, seus anseios, suas tradições e os desafios para superar suas dificuldades.

A busca pela educação de qualidade é uma das presentes lutas dos quilombos e ganha destaque no programa de rádio. A educação é estratégica para a consciência da identidade coletiva, essencial para a conquista de seus direitos. É por meio da escola que as crianças podem vivenciar suas tradições, pensar sobre elas e dialogar com o mundo contemporâneo. O programa traz dados sobre a falta de aplicação do orçamento público em 2012 e revela a realidade enfrentada pelos jovens dentro da escola do quilombo. Temas como a luta pela terra e o próprio reconhecimento das características de uma comunidade quilombola são tratados pelo programa.

Saiba mais sobre o projeto Onda

O Onda funciona desde 2008 e atualmente é desenvolvido em oito escolas públicas do DF, a maioria em regiões de grande exclusão social. Projetos piloto da iniciativa já foram realizados em  São Bartolomeu, Vale do Amanhecer e no Quilombo Mesquita. Adolescentes em conflito com a lei também fazem parte da proposta e se destacaram em 2012 quando foram premiados pela 9ª Bienal Internacional do Rádio com o programa “Liberdade é Oportunidade” 

Dentro da metodologia abordada pelo projeto os jovens têm a oportunidade de conhecer sobre o direito à comunicação e de participar de iniciativas de educomunicação. Como resultados, os adolescentes são responsáveis pela elaboração do conteúdo da revista Descolad@s e produção de programas de rádios.

Do Portal Inesc | Imagem: Divulgação

carolina ellmann

Ver +

1 Comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *