Preconceito e militância no documentário A Dama de Ferro

História de vida da travesti Janaína Dutra foi retratada na mostra de vídeo do evento

Quando Jaime César Dutra Sampaio chegou à faculdade privada de direito usando saia foi convocado para uma conversa na coordenação, que estranhou a atitude do aluno recém-chegado. Sua mãe interferiu, como raramente é feito. Avisou à Universidade que a instituição não tinha o direito de censurar as escolhas pessoais de seu filho. Este é apenas um dos episódios da vida da travesti Janaína Dutra, cuja história foi apresentada no documentário “A Dama de Ferro”, exibido no auditório Guaraci, do Parque Anhembi, na manhã desta sexta (31), no IX Congresso de Prevenção das DST/Aids.
Janaína foi a primeira travesti a ter carteira da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Formou-se por uma universidade privada numa difícil e preconceituosa trajetória, mas sempre ao lado de uma mãe educadora e defensora das decisões da filha. Na luta contra a aids, Janaína também se mostrou pioneira. Em parceria com o Ministério da Saúde, é uma das responsáveis pela elaboração da primeira cartilha de prevenção de DST/aids voltada para as travestis.
Outra luta fez parte de sua vida, a da prostituição como única saída para as travestis e transexuais. Apesar de nunca ter precisado vender o corpo, a advogada sabia que a maioria das travestis e transexuais não têm oportunidades e acaba recorrendo à prostituição.
Janaína foi até presa por ingressar em bares travestida. Por essa e outras sua história de vida ajudou a criar a lei municipal 8.211/98, que prevê punições para estabelecimentos comerciais, industriais e similares que discriminarem pessoas em virtude de sua orientação sexual.
Essa foi uma das suas muitas vitórias, assim como o direito de encerrar a sua vida, em 2004, em um leito de hospital identificado com o nome que sempre construiu: Janaína Dutra.
Por Karina Lakerbai, da Agência Jovem de Notícias

 

Vania Correia

Ver +

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *