A praia é nossa: voluntários coletam lixo em São Luís

| Fotos:  Laboratório de Biologia Vegetal e Marinha da Universidade Estadual do Maranhão

Foi com o mote “A Praia é Nossa” que 250 voluntários coletaram 450 kg de lixo na Orla Marítima da Baía de São Marcos, em São Luís, capital do Maranhão, durante a realização do Dia Mundial de Limpeza de Praias e Rios (17 de setembro). A ação integrou as atividades do Clean Up the World 2016, realizado em mais de 130 países.

Em São Luís, o “Clean Up” foi promovido pela Nossa São Luís, uma articulação do Instituto de Cidadania Empresarial do Maranhão, em parceria com a Associação de Surfista do Olho d’Água (ASBOA), Laboratório de Biologia Vegetal e Marinha da Universidade Estadual do Maranhão (LBVM), Laboratório de Manguezais da Universidade Federal do Maranhão (LAMA), Greenpeace, Engajamundo, Fórum de Municipal de Juventudes de São Luís (FMJ) e teve o apoio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA).

14358982_582882608562184_6366738619126945444_n

A limpeza no litoral teve por objetivo despertar os frequentadores da região para os cuidados com o descarte dos resíduos sólidos deixados na praia. Como São Luís é uma região costeira, parte do lixo acaba desaguando nos mares, afetando a vida marinha. Além disso, o descarte incorreto do lixo é uma problemática que afeta a saúde pública, uma vez que parte da alimentação da população vem da pesca de peixes e mariscos.

O direito à praia também foi motivo da mobilização. Em geral, a região do litoral é frequentada por pessoas de maior aquisitivo, que podem pagar para utilização dos bares e para alimentação nos restaurantes de “preços de salgados”. Foi pensando nisso que os surfistas criaram o “Pisco ASBOA”, um trecho da praia que foi ornamentado com paletes de madeira, para as pessoas possam levar sua alimentação e bebidas e terem um local para esse consumo, sem necessariamente ter que pagar um bar ou restaurante para tal.

14352634_582883785228733_4358005350449360840_o

 

Educar é o melhor caminho

A programação do Clean Up the World começou no dia 14 de setembro, com atividades de educação ambiental, na Sede da ASBOA e contou com a exposição “Biodiversidade das Praias”, realizada pelo Projeto Praias, do LBVM. Os voluntários do Projeto mostraram a adolescentes e jovens de escolas públicas da comunidade e do Centro de Referencia e Fortalecimento de Vínculos do bairro Sol e Mar, animais, vegetais e insetos que podem ser encontrados em regiões litorâneas, destacando a importância da preservação destes ambientes para o equilíbrio do ecossistema marinho.

14291816_580822895434822_7126888657566342817_n

Os estudantes do curso de Oceanografia que fazem parte do LAMA, coordenados pela professora Flávia Morchoel, realizaram o “Circuito Manguezais”, com jogos educativos sobre mangues e mostras de seres aquáticos coletados pelos pesquisadores.

O Grupo Greenpeace e Engajamundo realizaram atividades de formação sobre mudanças climáticas e energia solar. Os dois grupos mobilizam jovens voluntários para ações de ativismo, formação e incidência política, em defesa da sustentabilidade.

Tem 22 anos, mora em São Luis (MA) e é comunicador.
Faz parte da rede Nossa São Luis.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *