Praças do Espírito Santo recebem bibliotecas livres

bibloteca-600

As comunidades rurais do Espírito Santo estão  recebendo mais uma biblioteca livre. E funciona mais ou menos assim: no centro da praça, uma estante livre é instalada e recheada de livros, sem tranca, sem cadastro, sem intermediário e com um lema: “O livro vai e volta. O conhecimento fica”.

Trata-se do projeto Biblioteca Estante Livre, levado adiante pelo Lab.Muy – Arte y Cultura Digital, com apoio do Funcultura, da Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo, que objetiva fazer circular a literatura em vilas de até cinco mil habitantes, democratizar a leitura, impulsionar o conhecimento de obras nacionais, a formação crítica de novos leitores e o aumento das oportunidades culturais.

A primeira edição foi realizada no distrito de Burarama, na cidade de Cachoeiro de Itapemirim, que tem uma população de dois mil habitantes e onde o acesso aos livros é restrito apenas às escolas do local. Para além de instalar a biblioteca, o Estante Livre também realiza oficinas com estudantes e professores, visando ampliar a atuação da instituição de ensino para além de suas edificações.

Além disso, moradores serão escolhidos para apadrinhar a Estante e magnificar seu alcance, pela distribuição de informativos para a comunidade e reuniões abertas, que servirão para definir o acervo da biblioteca. Com três andares, a biblioteca tem seus livros separados por faixa etária – infantil, no primeiro andar; juvenil, no segundo; e adulto, no terceiro.

A única regra é que o livro volte ao ser lido, uma vez que o empréstimo não tem prazo para expirar.

Clique aqui para conhecer o site da iniciativa.

Adaptação por Carolina Ellmann, da Redação | Imagem: Divulgação

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *