(português/español) Super Fulanito na COP18 – dia 3

(português)

Terceiro dia na COP e ainda não sei como cobrir uma dúzia de eventos que acontecem simultaneamente durante todo o dia, enquanto isso reporto e compartilho minhas opiniões com vocês, meus queridos leitores. Mas, se bem que as negociações não são o centro das atenções nestes primeiros três dias. A quantidade de eventos paralelos, coletivas de imprensa, reuniões estratégicas, coberturas fotográficas e reuniões casuais nos corredores me deixam ser ar para respirar, sem comida, sem água, sem sonhos, sem nada! Talvez a clonagem não seja tão mal ideia nestas situações, vamos perguntar isso a Dolly!

No dia de hoje eu estive na apresentação de um recente informativo especial do IPCC – o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas, que reúne centenas de cientistas de todo o mundo que estão estudando o problema do clima. Alí eu conheci o meu novo amigo Rajendra Pachauri, o chefe de todos eles e um dos cientistas mais simpáticos e acessíveis que conheço. E até parece que eu me saí bem, ao menos me disse isso. Não sei porque, mas pressinto que seremos grandes amigos!

Na parte da tarde, representantes da Costa Rica apresentaram as estratégias de carbono zero que este país adotou há alguns anos. Esse sim parace um país bom, bonito e pequeno (BBP) para viver – uma pena que o clima tropical não seja apto para os que são da minha espécie. Mas quem sabe com as mudanças climáticas? Assim não perco as minhas esperanças.

Também descobri um dos segredos melhor guardado em toda a COP: uma máquina de café grátis que só poucas pessoas conhecem e o Pavilhão da União Européia, onde alguns cochichos diziam que geralmente servem comida grátis em certos horários. E eu pude comprovar por eu mesmo! Por razões óbvias, vocês não verão fotos desse último – fui em missão como infiltrado para que não me peguem os da defesa sanitária. O restante, como você sabem, se trata de informações extremamente confidenciais.

Até amanhã!

(español)

Tercer día en la COP y todavía no descifro como cubrir una docena de eventos que ocurren simultáneamente durante todo el día, mientras reporto y comparto mis opiniones con ustedes, mis queridos lectores. Es que, si bien las negociaciones no son el centro de atención estos primeros tres días, la cantidad de eventos paralelos, conferencias de prensa, reuniones de estrategia, cobertura fotográfica  y reuniones casuales en los pasillos me tienen sin respiro, sin comida, sin agua, sin sueño, ¡sin nada!. Tal vez la clonación no sea tan mala idea en estas situaciones, ¡ya le preguntaremos a Dolly!

En el día de hoy estuve en la presentación de un reciente informe especial del IPCC – el Panel Intergubernamental sobre Cambio Climático, que reúne a cientos de científicos de todo el mundo que están estudiando el problema del clima. Allí conocí a mi nuevo amigo Rajendra Pachauri, el jefe de todos ellos. Y uno de los científicos más simpaticos y accesibles que conozco. Hasta parece que le caí bien, o al menos eso me dijo. No sé porqué, pero ¡presiento que seremos grandes amigos!

Por la tarde, representantes de Costa Rica estuvieron presentando las estrategias de carbón zero que este país ha adoptado hace ya algunos años. Ese sí que parece un país bueno, bonito y pequeño (BBP) para vivir – lástima que el clima tropical no sea apto para los de mi especie. Aunque con el cambio climático, quien dice ¡todavía no pierdo mis esperanzas!

Y siguiendo con las reuniones latinoamericanas, tuve la oportunidad de conocer al Embajador Brasilero y su delegación, que me contaron del estado de las negociaciones desde la perspectiva de Brasil.

También descubrí unos de los secretos mejor guardados en toda la COP – una dispensadora de café gratis que sólo unos pocos conocen y el Pabellón de la Unión Europea, donde algunos rumoreban por lo bajo que suelen ofrecen comida gratis en ciertos horarios clave. Pude comprobarlo por mí mismo. Por supuesto, no verán fotos de esto último – fui de misión encubierta para que no me agarraran los de sanidad. Además, como bien comprenderán, se trata de información extremadamente confidencial.

¡Hasta mañana!

Evelyn Araripe é jornalista e educadora ambiental. Foi educomunicadora na Viração Educomunicação entre 2011 e 2014. Atualmente vive na Alemanha, onde é bolsista do programa German Chancellor Fellowship for tomorrow’s leaders e administra o blog Ela é Quente, que conta as histórias de vida de mulheres que estão ajudando a combater os efeitos das Mudanças Climáticas ao redor do mundo.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *