Parada Gay: Figurinos, a arte do protesto

Por Paolla Menchetti,17 anos, e Carlos Ferreira, 17 anos, adolescentes comunicadores

SÃO PAULO- Os protestos também vieram por meio dos figurinos dos participantes da 17ª Parada Gay. A avenida Paulista foi tomada por figuras diversas: havia fantasias de plantas, borboletas, felinos, super-heróis, reencarnação de artistas que eram adeptos à luta pela igualdade, e por aí vai.

Os trios elétricos trazem a graciosidade da miscigenação brasileira e estavam expostos, durante o percurso, a qualquer olho que se deixasse abraçar pela causa. Por trás dos detalhes, mesmo com frio e chuva fina, a reivindicação dos direitos de igualdade deixava-se perceber mesmo que indiretamente.

Clique aqui para conferir o álbum de fotos

 

 

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *