Oficina de improvisação teatral na SBPC

No quinto dia da 64ª Reunião Anual da SBPC a Oficina de Improvisação Teatral, ministrada por Izabele Cutrim, estudante do curso de teatro da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), roubou a cena ao fazer os participantes interagirem com o outro e consigo mesmo por meio de técnicas aprendidas no fazer teatral que levam à espontaneidade, objetivo da oficina.

Após um alongamento e aquecimento para que todos ficassem bem à vontade no ambiente, deu-se inicio aos jogos e dinâmicas de percepção. Estas atividades foram desenvolvidas para que cada um pudesse sentir seu próprio corpo e suas sensações, algo que nem sempre é dada importância e notado pela rotina que se estabelece no dia a dia.

Depois das atividades de interação, chegou a tão esperada hora, a improvisação! Os participantes se dividiram em grupos e foram desafiados a montar em dois minutos uma história com início, meio e fim para dramatizar para a turma, sendo que há um detalhe importante: sem falar nada. A atividade gerou risadas e o entretenimento dos envolvidos, gerou vínculos de amizade durante as dinâmicas.

“Eu sou bem tímido, mas aqui consegui me soltar e até formar novos amigos. Acredito que usarei as técnicas apresentadas aqui sempre que precisar”, afirmou Manuel Cleyton, 20 anos, participante da atividade, que disse que antes de participar, foi sem muita expectativa para a oficina.

Em conversa com a estudante de teatro ministrante da oficina, Izabele Cutrim, ela explicou que as atividades teatrais têm o poder de fazer a integração dos participantes e de passar por cima de qualquer timidez. Com a técnica de improvisação, completa a estudante, “além da interação, são desenvolvidas a capacidade criativa, de memória e de observação. Essas habilidades não usadas apenas no teatro, mas na vida de qualquer pessoa, em qualquer profissão e nas mais diversas situações, afinal, quem não quer ser criativo?”.

Texto: Vitor Hugo (MA) / Imagens: Vitor Hugo (MA). Jovem educomunicador em São Luis.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *