‘O Sistema é uma merda’: A marcha do clima na COP25

A AJN Internacional marcou presença na Marcha Climática, que aconteceu em Madri, durante a COP25.
Por Paulo Lima, da Redação.

“Estamos em uma emergência climática”, “Esta conferência é uma farsa”, “O sistema é uma merda”, “O capitalismo mata o planeta” …. Muitos slogans e músicas surgiram entre as vozes, cartazes e faixas exibidas por milhares de pessoas andando pelas ruas de Madri durante a Marcha Climática, que acontece todos os anos durante a Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP).

‘Não espere até ser tarde demais’, diz um dos cartazes da manifestação.

A polícia contabilizou apenas 30.000 manifestantes, no entanto, os organizadores totalizaram 500.000 pessoas. Nós, da Agência Jovem de Notícias, estávamos lá no dia 6 de dezembro de 2019. Estavam também Greta Thunberg com muitos jovens, crianças, adultos, representantes de povos indígenas e movimentos sociais de todo o mundo. A marcha inaugurou a “Cúpula dos Povos”, um evento paralelo à COP25, que acontece entre 6 e 13 de dezembro.

Faixa de retratos carregada durante a marcha.

A Marcha foi promovida pela Fridays for Future, Alianza por el Clima, Alianza por la Emergencia Climática y 2020 Rebelión por el Clima, com o apoio das organizações chilenas Cumbre de los Pueblos, Sociedad Civil por la Acción Climática (SCAC) e Minga Indígena.

Greta Thunberg, com a frase que acompanhou seus cartazes durante os protestos que fez em frente ao Parlamento da Suécia, precursores do movimento Fridays For future: ‘Greve das escolas pelo clima’

No palco, Greta reiterou as palavras que agora são um mantra compartilhado por todos: “A mudança está vindo do povo, que somos nós. A mudança está chegando, gostando ou não, porque não temos outra escolha”.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *