No sexo, a primeira vez é para sempre

Tania França, do Programa Adolescer, para a Agência Jovem de Notícias

Ilustração: Natália Forcat, colaboradora da Viração

Isso é fato: impossível esquecer a nossa primeira vez! Mas antes desse momento acontecer, são tantas dúvidas e ansiedades que dá até medo. Quando somos crianças nos fazem pensar que sexo é assunto inadequado, feio. Por conta disso, muitos acabam com receio de fazer perguntas, de conversar sobre o assunto e de buscar informações confiáveis.

Sem falar da pressão da sociedade que geralmente estabelece que meninos devem ser estimulados – e até cobrados – para ter sua primeira transa, enquanto as meninas devem seguir o caminho inverso. São incentivadas a “se preservarem”. Na verdade, a cada fase da vida novas dúvidas podem aparecer, temos acesso a muita informação, que nem sempre respondem as nossas dúvidas.

Como saber se são mitos, informações carregadas de preconceitos ou até baseadas em experiências negativas? Em muitos depoimentos ouvidos para escrever este artigo, foi possível ouvir de tudo.

Os homens comentam muito sobre a pressão que vem da família, do grupo de amigos e também da religião. Alguns inclusive reconhecem que mentem para não ficar “mal” na roda.  Falam também sobre o desconhecimento do corpo feminino e o receio de não conseguir o encaixe no lugar certo. O tamanho do pênis também é uma grande preocupação, assim como o medo de brochar. Poucos falam da preocupação de engravidar a menina.

As garotas comentam também da pressão sofrida, porém nesse caso tem o medo, de ficarem “mal” faladas.  Citam ainda o medo da dor e da gravidez não planejada. O desconhecimento sobre o corpo também é muito comentado nas rodas de conversas sobre sexualidade. Há casos de mulheres que chegaram à idade adulta sem saber o que é o orgasmo.

Em ambos os casos o toque ao próprio órgão sexual não é estimulado.

A perda da virgindade ainda é um tabu, para todas as idades. Para buscar mais informações, fomos assistir à peça “A Minha Primeira Vez”, em cartaz no Teatro Folha, em São Paulo (SP). O espetáculo aborda a primeira experiência sexual das pessoas de uma forma descontraída e bem humorada, desmistificando esse rito de passagem. Copiei alguns depoimentos no site da peça, onde os internautas podem publicar suas experiências.

…foi muito legal por ser a primeira vez dos dois!

…na hora certa e sem pressão, fez toda a diferença.

…eu sentia que ele estava tentando encaixar no lugar errado, mas morri de medo de falar ou de ajudar….foi horrível!

…tínhamos 15 anos, só que ela era muito mais experiente e eu não tinha noção do que fazer na hora. Sem contar que eu gozei rápido demais!

…nem deu tempo dele colocar a camisinha e eu fiquei com medo de engravidar e de pegar uma doença…

… e foi uma decepção! Não achei que era tudo aquilo que falavam…

Assistimos também ao filme “As Sessões” que aborda esse tema de uma forma bem diferente. Na história, um adulto que perde todos os movimentos do corpo sente a necessidade de conhecer o sexo e é encaminhado a uma especialista.

Ora, por que essa orientação ou conversas sobre sexo não podem acontecer de fato com as pessoas? Por que não temos aprendizado algum sobre nossa sexualidade? Desde cedo, nos ensinam a comer, a andar, nos orientam sobre o que fazer em casos de emergência. E por que nada nos ensinam sobre como entender as solicitações do nosso corpo no que se refere às necessidades de prazer?

Por isso, a melhor coisa a se fazer é buscar informação de qualidade e trocar ideias com pessoas e profissionais de confiança. Questionar todas as informações e opiniões. Conversar, conversar e conversar. Escolhendo o que for melhor para si mesmo.

Mas e você, tem alguma opinião diferente da nossa? Gostaríamos de conhecê-la. Participe nos comentários abaixo!

Saiba mais
Peça “A minha primeira vez” – (www.aminhaprimeiravez.com.br)

Filme “As sessões” – (http://www.youtube.com/watch?v=6N7TNfgRRX4)

Depoimento: http://www.youtube.com/watch?v=GvdCaSCirGM (parte 1)

http://www.youtube.com/watch?v=ml3kxFzUyQc (parte 2)

Promoção

Concorra a um par de ingressos para assistir a peça “Minha Primeira Vez”, em cartaz no Teatro Folha, em São Paulo (SP). Para participar, é só compartilhar o post deste artigo, da página da Agência Jovem de Notícias, no Facebook até o dia 30 de abril. O sorteio será no dia 1º de maio e as entradas valem para a apresentação do dia 04 de maio. A promoção não cobre custos de deslocamento.

O sorteio foi realizado em 1º de maio e a vencedora foi Lucia Filizola. Ela assistirá a apresentação do dia 04/05, às 20h. Obrigado a tod@s que participaram. Em breve, teremos mais promoções!

 

Rafael

Ver +

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *