Não Bata! Eduque!


Por Artur Dione Gonzaga

Entrevistamos os adolescente José Marcio 13 anos do município de Santa Tereza,  Anderson Oliveira, 12  anos e  Lana Caroline, 16 anos ambos do município de Palmas -TO  e todos falaram da violência domestica, das famílias que batem nas crianças.
Hoje é comum ver na mídia noticias sobre pais que espancam os filhos, todos os dias. Achamos essa questão muito seria, conversamos com a equipe de Educomunicação e todos concordam que esse assunto precisa ser levado mais a serio nos espaços de discussão sobre Crianças e adolescente.
Existe uma grande mobilização em torno da campanha Não Bata! Eduque! E tem como objetivo desenvolver ações de mobilização social promovendo uma reflexão sobre o uso dos castigos físicos e humilhantes.
Também no Estatuto da Criança e do adolescente (ECA) tem um artigo que fala do Direito de ser educado sem castigo. O Art. 18-A. A criança e o adolescente têm o direito de serem educados e cuidados sem o uso de castigo físico ou de tratamento cruel ou degradante, como formas de correção, disciplina, educação ou qualquer outro pretexto, pelos pais, pelos integrantes da família ampliada, pelos responsáveis, pelos agentes públicos executores de medidas socioeducativas ou por qualquer pessoa encarregada de cuidar, tratar, educar ou proteger.
Fique atento! Se envolva, busque mais informações e entre na campanha
http://www.naobataeduque.org.br/participe/campanha

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *