Ministra e secretários abrem a Teia Paulista 2013 com anúncio de novas medidas

Texto e Fotos: Tales Jaloretto

 

Entre a microfonia que ora pausava o discurso da Ministra da Cultura, Marta Suplicy, ora aumentava o volume do Secretário Municipal de Cultura, Juca Ferreira e do Secretário Estadual de Cultura, Marcelo Araújo, surge à polifonia destes representantes do governo que convergem em uníssono o anúncio do estabelecimento de uma parceria com o Minc e município de São Paulo, no qual prevê investimento de seis milhões de reais para que até o final da gestão o total de pontos de cultura chegue a 300, sendo cinco novos pontões; e também o acesso a equipamentos qualificados. Além disso, a criação de plataformas digitais, construídas de forma colaborativa, para divulgação dos trabalhos e produções dos grupos, bem como, cursos de formação para estes gestores. Declaram ainda a parceria para o fortalecimento das ações da sociedade: CEU das artes e CEU’s municipais vão receber ações dos pontos de cultura; e o credenciamento destes pontos no Vale Cultura.

Juca Ferreira, Marta Suplicy e Marcelo Araújo apreciam o grupo Terceira Idade Mirassolândia

 

“Quem faz a cultura é o povo e não o governo”, assim inicia o discurso da representante da sociedade civil, da Comissão Paulista, Izabel Galvão; seguida pela comoção das palavras de Juca Ferreira. “Existem 100 mil grupos culturais pelo Brasil, e era necessário reconhecer estes espaços culturais e responsabilizar o Estado pelo suporte a estes pontos de cultura, que são seis mil. Não interessava ao Estado dialogar com o andar de baixo”.

Veja AQUI o regimento interno aprovado no III Fórum Paulista de Pontos de Cultura.

 

TEIA Paulista

Destes milhares de pontos, aproximadamente 1500 artistas participarão da Teia Paulista 2013, e cerca de 60% é primeira participação. É um grande encontro reunindo a diversidade cultural do Estado de São Paulo, são trocas de saberes e fazeres e fortalecimento do Programa Cultura Viva. A abertura oficial iniciou com: Arte Social Cultura para Todos; Terceira Idade Mirassolândia; De olho no Futuro; Violodum Guarujá; Arte por toda Parte; Catira Hortolândia; Associação Passo a Passo Diadema; Orquestra de Berimbau do Morro do Querosene e Prudente em Cena de Presidente Prudente.

 

Palco das Artes

São quatro palcos montados para o entrelaçamento de cultura: Boulevard São João, Praça do Patriarca, Barão de Itapetininga e Praça da Sé. E o principal é na Praça das Artes, um espaço cultural projetado no quadrilátero formado pelas ruas Conselheiro Crispiniano, Formosa, São João e pela Praça Ramos de Azevedo. Com cerca de 28.500m², ao custo de cerca de R$95 milhões, conterá um novo edifício para os corpos artísticos do Teatro Municipal, e receberá também o Centro de Documentação Artística. Nos dia 08 a 11 de agosto recebem a TEIA e toda a sua programação

Veja AQUI a programação

Veja a cobertura fotográfica na nossa pagina do Facebook

Evelyn Araripe é jornalista e educadora ambiental. Foi educomunicadora na Viração Educomunicação entre 2011 e 2014. Atualmente vive na Alemanha, onde é bolsista do programa German Chancellor Fellowship for tomorrow’s leaders e administra o blog Ela é Quente, que conta as histórias de vida de mulheres que estão ajudando a combater os efeitos das Mudanças Climáticas ao redor do mundo.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *