Contos_Africanos_Vol_2_cred.-Andre-Ducci

Literatura Livre no Sesc

Pega essa dica cultural e espalha por aí: Uma seleção de clássicos da literatura mundial traduzidos para o português para baixar, ler e compartilhar gratuitamente

A literatura é uma excelente porta de entrada para conhecermos histórias e a cultura de outros povos. No Brasil, o contato com a literatura, tão pouco valorizado, carece de ações que democratizem e levem o hábito da leitura para cada vez mais pessoas.

Uma dessas iniciativas é o projeto Literatura Livre, do Sesc SP, que disponibiliza gratuitamente pela internet uma coleção de obras originárias de povos que contribuíram para a formação do povo brasileiro.

O fascínio que as narrativas exercem sobre nós revela o poder da evocação da palavra. Nesse sentido, disponibilizar gratuitamente obras da literatura africana, árabe, asiática, europeia e judaica, traduzidas para o português, é transcender fronteiras de tempo e espaço, enriquecendo a experiência cultural decorrente dessa aproximação. Tendo como pauta os movimentos migratórios para o Brasil, Literatura Livre colabora para difundir o acesso à cultura de diferentes países e estimular a leitura, reafirmando os propósitos educativos das ações socioculturais do Sesc. Que o ambiente digital favoreça o alcance de distintos públicos à diversidade de imaginários distantes geograficamente, que imprimem presença marcante ou diluída na cultura brasileira.

Site do projeto Literatura Livre

São e-books que apresentam ao público brasileiro, de forma gratuita e em diferentes formatos – PDF, e-book Kindle e epub – contos, clássicos da literatura mundial e textos fundadores que marcam a história de diversos povos, todos traduzidos para o português e que podem ser baixados gratuitamente no site do projeto.

No acervo que totaliza 14 obras, estão clássicos como “Coração das trevas” (1899), de Joseph Conrad, e “As viagens de Gulliver” (1726), de Jonathan Swift, “Crônicas do Japão” (720), de Ō-no-Yassumaro e príncipe Toneri e “Contos folclóricos africanos” Vol. 1 e 2 (1901-1012), entre outros.

As obras selecionadas pelo projeto são todas de domínio público, porém muitas delas não contavam com tradução para o português. O projeto Literatura Livre publicou as traduções elaboradas por uma equipe de especialistas – acompanhadas da publicação no idioma original para todos os volumes – que também acompanham ilustrações inéditas.

Agora, públicos de todas as idades poderão conhecer, identificar ou redescobrir raízes de povos que fazem parte da diversa sociedade brasileira e que contribuíram de forma imensurável para a formação de nossos costumes, culinária, língua, arte, pensamento e laços afetivos.

Divulgação do projeto no site do Sesc SP

A produção é assinada pela equipe do Instituto Mojo de Comunicação Intercultural e as ilustrações foram criadas por André Ducci, ilustrador curitibano que colabora com publicações do Brasil e do exterior.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *