Juventude e a Cidade

por: Juliette Vecchi e Luciano de Souza

A 2ª Conferência Estadual de Juventude prossegue com os Grupos de Trabalhos (GT’s), onde diversos delegados de regiões distintas discutem algumas temáticas importantes para a juventude, analisando as propostas elencadas nas etapas regionais para que estas sigam para a etapa nacional.

Entre os os Grupos Trabalhos, cerca de seis jovens acompanhavam e debatiam questões referentes à vida nos centros urbanos no Grupo de Trabalho sobre “Juventude e a Cidade”.

As etapas regionais elencaram diversas propostas sobre a temática, mas podemos destacar: a construção de ciclovias e ecovias e áreas exclusivas para a prática do skate; expansão e incentivo a projetos culturais (artes, musicas, danças, grafite, entre outros); a criação e fomentação de espaços para a discussão, debate e informação sobre sexualidade e drogas e tornar os espaços públicos apropriados e seguros para a convivência.

O objetivo do grupo é garantir maior ocupação da juventude nos espaços públicos, maior mobilidade e acessibilidade aos equipamentos e aos espaços de uso comum e garantir acesso ao esporte, lazer e cultura como forma de autoconhecimento e autodeterminação dessa juventude na sociedade, emponderando-se da sua história e tradição.

O delegado João Gabriel Guimarães, da cidade de São Paulo, falando sobre a necessidade de locais seguros para a convivência da juventude concluiu que: “se você mapear  as áreas de extermínio e violência nas grandes cidades, você vai reparar que é sempre nas comunidades carentes, onde o governo se torna omisso”, e logo em seguida foi provocado pelo mediador Sérgio Gerson Brandão, “como resolver este problema?”. O grupo apesar de ser pequeno, tem mantido um debate acalorado e profundo sobre o tema, garantindo os ideias depositados nos delegados.

Mesmo enfrentando problemas técnicos como falta de acesso à internet ou programas de textos para redação da pauta, seguem firme!

Jovens

Ver +

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *