O que os jovens estão mudando na política?

Em manifestações, seja nas ruas ou nas redes, fica evidente o protagonismo juvenil na luta por direitos; mas, o que essa parcela da população pensa quando o assunto é ocupar cargos políticos?

Por Redação AJN

“Atualmente, 25% da população brasileira é jovem, com entre 16 e 29 anos. No entanto, em 2020, somente 8,8% das candidaturas totais foram de pessoas jovens e apenas pouco mais de 4 mil foram eleitos para vereanças”. Faltando menos de um ano para as eleições presidenciais, o trecho traz informações interessantes para pensar na incidência das juventudes dentro do campo da política institucional brasileira.

Em manifestações, seja nas ruas ou nas redes, fica evidente o protagonismo juvenil na luta por direitos; mas, o que essa parcela da população pensa quando o assunto é ocupar cargos políticos? O que elas, eles, elus estão imaginando e propondo agora para transformar o jeito de fazer política no futuro?

Para entender esse cenário, o Instituto Update – com apoio da Ford Foundation e de parceiros como a Rede Conhecimento Social, o data_labe e o Politize! – conversou com mais de 30 jovens inovadoras/es na política institucional e eleitoral, em 13 estados diferentes, para ampliar a visibilidade de novas lideranças a partir de suas trajetórias, desafios e desejos de futuro.

Por meio de entrevistas em profundidade, jovens eleitas/os e candidatas/os nos anos de 2018 e 2020, contaram suas histórias. Outro passo importante do processo aconteceu em grupos focais compostos por ativistas e juventudes partidárias. O objetivo era realizar uma escuta qualificada para entender quais são as diferentes formas de comunicação estratégica visando a mobilização e o engajamento de outros jovens nesse exercício de imaginação e participação política nos espaços públicos.

O estudo Jovens No Poder – Redesenhando o rumo da política agora! fez um exercício de mapeamento para entender as particularidades de cada etapa das jornadas políticas; desde a pré-candidatura, passando pelas campanhas e o momento das eleições até o momento da posse e do mandato – para o caso daquelas/os que são efetivamente eleitas/os.

Apesar do preconceito etário que ainda existe na sociedade civil, a representatividade das juventudes nos poderes institucionais contribui ativamente para o fortalecimento da democracia e para a atualização política. É fundamental amplificar essas vozes, legitimar essas trajetórias e encorajar a participação juvenil nas candidaturas eleitorais. Esperançar para o futuro começa no presente!

Lançamento da pesquisa: Jovens no Poder

Para divulgar os resultados do estudo, o Instituto Update está promovendo um debate com alguns jovens entrevistados pelo programa. O evento aconteceu no dia 24 de novembro, no canal do Instituto Update.

Conheça os participantes:

Mais sobre o Instituto Update

O Instituto Update é uma organização da sociedade civil que pesquisa e fomenta a inovação política na América Latina. Sua busca é por novas estratégias e práticas para aproximar cidadãs e cidadãos do exercício político, combatendo desigualdades, enfrentando a emergência climática e fortalecendo a democracia. Estão pautados em dois pilares: difundir histórias inspiradoras e impulsionar a inovação política em campanhas e mandatos. 

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *