Jovens da Fazenda da Juta promovem intervenções artísticas contra racismo

DSC00254

Tintas, pincel, spray e muita disposição. Esses foram os instrumentos de trabalho que um grupo de jovens, moradores da Fazenda da Juta – bairro do extremo leste, em São Paulo, usaram para  sensibilizar a comunidade e chamar a atenção para o racismo enfrentado diariamente por jovens negros.

Além das intervenções artísticas, a ação contou com oficinas de grafite, de trança para cabelos crespos e produção de  mídia. Além disso, a atividade foi encerrada com apresentações musicais de artistas locais e recitação de poesias. O evento contou com a participação de moradores da comunidade local.

O grupo faz parte do Projeto Juventude Educomunicativa, realizado pela Viração com apoio da Coordenação de Juventude de São Paulo, e parceria do  Instituto Daniel Comboni, União da Juta, Centro da Juventude Dom Luciano e Centro da Juventude São Patrício, no âmbito do Juventude Viva, que prevê uma série de ações para enfrentar o alto índice de homicídios de jovens negros.

Por Juliana Rodrigues

Gabriel Cruz

Ver +

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *