Jornalismo e Território abre inscrições para regiões Sul e Sudeste

Curso é gratuito e voltado para comunicadores de coletivos e mídias locais. Desde o ano passado trabalha os temas da infância e território com comunicadores das periferias do Brasil por meio do curso Jornalismo e Território. 

Desde o ano passado temos trabalhado os temas da infância e território com comunicadores das periferias do Brasil por meio do curso Jornalismo e Território.

O programa é financiado pela Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, Porticus e Repórteres sem Fronteiras. Já demos um rolê nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e nas regiões Norte, Nordeste, e Centro-Oeste do país. Agora estamos caminhando para nossa última edição! 

Agora é a vez das regiões Sul e Sudeste. Atenção, não valem inscrições para residentes dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, já que nossa primeira turma foi direcionada para jornalistas destes dois lugares. As inscrições podem ser feitas até dia 07/04. 

Participar da formação é uma grande oportunidade de olhar para o território, trazendo o recorte da infância e adolescência e de contribuir com a produção e distribuição da informação.

“O curso superou minhas expectativas. Me levou a diversas reflexões, aprendizados  e conhecimentos que eu não tinha acesso”, comentou Gabriela Monteiro, da primeira edição do curso, em São Paulo.

Além disso, os participantes que cumprirem 80% da carga horária da formação, irão receber uma ajuda de custo de R$ 250,00 reais.

Todo o processo resultará em um último encontro em que realizaremos uma grande reunião de pauta, com a presença de veículos parceiros da Énois. Entre as pautas apresentadas ao longo do curso e no encontro final, 6 (seis) delas serão selecionadas para produção. Cada selecionado receberá a remuneração de R$ 1 mil (um mil reais) para a produção e finalização da reportagem – uma forma de estimular a produção territorial e garantir a autoria de quem vive e convive nos territórios. Um edital com mais detalhes será enviado ao longo do curso.

Além das trocas de conhecimento, os encontros proporcionam também a criação de uma rede colaborativa entre os comunicadores, para potencializar e mapear quem também está no corre produzindo informação no território.

SERVIÇO
Inscrições até 07/04 (quarta). 

Quem pode se inscrever? Jornalistas e comunicadores de periferias e favelas da região Sul e Sudeste, exceto residentes dos estados de SP e RJ.

Como vai acontecer? Serão 8 (oito) encontros ao longo de três semanas. Cada encontro tem uma carga horária de 3 (três) horas, das 16h às 19h, às  terças e quartas, nos dias 13/04, 14/04, 20/04, 21/04, 27/04, 28/04, 04/05 e 05/05

Quanto custa? O curso é inteiramente gratuito. Cada participante receberá uma bolsa de R$ 250 ao fim do curso. É necessário ter participação de 80% da carga horária para receber a remuneração.

Tem certificado? Sim. Os selecionados devem participar de todos os dias de encontro para receber o certificado. São 30 vagas no total.

O que vou aprender? O curso vai passar pelos seguintes temas: educação infantil e direitos da primeira infância, Lei de Acesso à Informação e acesso a dados e instituições públicas, cobertura da primeira infância e adolescência em territórios periféricos e produção de pautas sobre o tema.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *