Intervenção simula situação vivida por pessoas em vulnerabilidade

Por: Jefferson Rozeno/ Foto: Jefferson Rozeno

Durante intervenção realizada na Av. Paulista na última semana (28/11), os pedestres que caminhavam em frente ao Parque Trianon, coração de São Paulo, foram desafiados a carregar um balde de dois litros de água na cabeça em um percurso pré-determinado.

O “Desafio Habitat“ faz parte das ações para o Dia de Doar, campanha para promover a cultura de doação no Brasil e no mundo e o objetivo da ação é dar visibilidade à realidade de milhões de brasileiros, principalmente mulheres e crianças, que caminham longas distâncias no semiárido nordestino para abastecer suas casas com água para o consumo, para cozinhar e para tomar banho.

Atualmente, 8,5 milhões de pessoas vivem na região e apenas três milhões têm cisternas em casa. Com isso, ao andar por tanto tempo para buscar água, essas mulheres e crianças têm seu tempo reduzido para gerar renda ou estudar, por exemplo. Além de ser um  direito universal, o acesso à água potável e ao saneamento  garante a segurança alimentar e nutricional.

“Essas famílias também sofrem com a água armazenada ao ar livre, sem proteção ou tratamento, propiciando a contaminação e a transmissão de doenças como diarreia, gastroenteritis e leptospirosis“, afirma Socorro Leite, diretora executiva nacional da Organização da Sociedade Civil  Habitat para a Humanidade Brasil, que também constrói ou reforma casas e promove soluções para o acesso à água em regiões de seca.

Estima-se que o Nordeste abriga mais de 70 mil açudes, que acumulam 37 bilhões de m³ de água,  concentrado em propriedades privadas. Essa concentração amplia a desigualdade socioeconômica na região rural do Semiárido  e degrada o meio ambiente.

A estudante de artes cênicas Renata Delfiore, (destaque), aceitou o desafio e conta sua a experiência: “É muito difícil, e olha que tentei várias vezes […] é inspirador e ao mesmo tempo um choque saber que pessoas passam por isso para sobreviver.”

No Dia de Doar, as organizações da sociedade civil (ONGs, OSCs, hospitais e escolas filantrópicas e todas as demais organizações privadas sem fins lucrativos) podem realizar campanhas para receber doações. E por falar em Dia de Doar, acompanhe a campanha realizada pela Viração com os jovens da Agência Jovem de Notícias no Facebook.

Agência Jovem de Notícias

Ver +

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *