Indissociabilidades da educação infantil: política, pesquisas, pedagogia e artes

Durante a 64ª SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) realizada na UFMA no período de 22 a 27 de julho de 2012, foram oferecidos vários minicursos para a comunidade acadêmica e o público em geral que tivesse interesse nos assuntos que seriam abordados. Dentre estes estava sendo ministrado o minicurso que abrange as Indissociabilidades da Pedagogia, coordenado por Ana Lúcia Goulart de Faria (UNICAMP) e Fabiana Oliveira Canavieira (UFMA).

O objetivo do minicurso, segundo a Profª PhD Ana Lúcia G. de Faria, era questionar se as tentativas de articulação entre pesquisa, política e prática pedagógica garantiram avanço e inovação na área que vem construindo a Pedagogia da Infância e se empenharam em garantir o direito à educação das crianças de 0 a 6 anos, pela esfera municipal. As professoras mostraram e sugeriram vários documentos e cartas em defesa dos direitos das crianças e, enfatizaram que é preciso descolonizar o ensino para evitar a reprodução de pensamentos que discriminam, excluem e desvalorizam o que é diferente. Vendo a tira da Mafalda, em que tem um mapa de ponta cabeça,  o que podemos observar? Um mapa de ponta-cabeça? Mas de ponta-cabeça para quem e por quê? Como sabemos a Terra é arredondada e achatada nos polos, então o mapa não está de ponta-cabeça, ele só está sendo visto de outra forma ou uma forma descolonizada.

Sendo assim, é preciso ter um olhar diferente, principalmente para nossas crianças. A arte também foi um dos destaques. Com a contribuição da arte com a educação para produção de conhecimento e cultura, é preciso afirmar as diferenças para erradicar as desigualdades. A Profª Ms. Fabiana Canavieira conclui que o minicurso se fez em uma construção de conhecimento, construindo um diálogo no coletivo. A estudante de Artes Visuais do IFMA – Centro histórico, Ana Paloma Barbosa da Silva, ressaltou que o minicurso quis demonstrar como lidar e entender o mundo da criança e saber interagir com ela.

Texto: Chayene Carvalho e Fernanda Barbosa (MA) /  Imagem: Chayene Carvalho (MA). Jovens educomunicadores em São Luís.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *