GT Educação

No dia 5 de novembro de 2011 foram abertos os GTs (Grupos de trabalho) na 2ª Conferência da Juventude, cidade do Guarujá, no litoral sul do estado São Paulo.

Falar de educação muitas vezes é polêmico, no entanto, aqui na Conferência a polêmica ficou de fora. Os delegados entraram para participar, defender e lutar por melhorias dentro do âmbito educacional.

Com uma breve explicação ao que trataríamos naquele momento, os facilitadores deram início a leitura do texto base e já abrindo espaços para as recolocações e modificações junto aos delegados e convidados presentes em sala.

Mudanças importantes foram levantadas na criação de 18 propostas dos GT’s.  Sendo 6 de cada  subgrupo: Ensino Fundamental  e Médio ,Técnico e Superior.  Gustavo Cherubine, educador e delegado na Conferência, acrescenta: “As propostas dialogam e estão de acordo com a qualidade de vida da juventude paulista.”

Das 6 propostas criadas por cada subgrupo apenas 4 vão para Conferência Nacional, através de uma votação feita na plenária.

O eixo da educação perpassa por todos os outros eixos, como reforçou novamente Gustavo: “Elas dialogam com todas as outras áreas por esta ser a base de tudo: a educação prepara as pessoas para o mundo. Nos dias de hoje, ocorre a evasão escolar por parte da juventude porque a escola não se interessa pelo mundo do jovem, permanecendo numa mesmice ingrata, achando que o mundo não pode ser interessante.”

Expor o que realmente queriam não foi fácil, pois quando se trata de educação o assunto é bem mais complicado do que imaginamos. Principalmente no Brasil.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *