Rede Mobilizadores propõe fórum virtual para debater o direito ao trabalho e à educação de jovens

carteira

Recente pesquisa da Organização Internacional do Trabalho (OIT) demonstrou que a entrada de jovens no mercado de trabalho é fortemente marcada pelas desigualdades sociais. Isso porque os jovens das famílias mais pobres precisam começar a trabalhar mais cedo, são os mais afetados pelo desemprego e enfrentam as piores condições de trabalho, muitas vezes sem completar o ensino fundamental. Além disso, tanto no Brasil como em diversos outros países, é significativo o número de jovens que não trabalham nem estudam.

Diante desse cenário de desafios, a Rede Mobilizadores promove, até 14 de novembro, o fórum online “Juventude, trabalho e educação”, para debater as principais questões relativas às perspectivas de trabalho para os jovens.

Ao buscarem seu direito de estudar, trabalhar e realizar seus sonhos, os jovens, especialmente os mais pobres, têm se deparado com grandes impasses. Por isso, muitos deles têm identificado oportunidades de trabalho nos locais onde vivem, prestando serviços ou desenvolvendo projetos culturais, ou seja, eles aparecem nas estatísticas como inativos mas, na verdade, têm criado novas formas de obter renda e exercer seu potencial criativo. Um exemplo é a criação dos mototáxis nas favelas do Rio de Janeiro, que resolveu um problema de transporte na cidade, mas ainda continua na informalidade. Outro, são as diversas iniciativas culturais que têm movimentado especialmente as periferias das cidades brasileiras.

O que é necessário para assegurar aos jovens o direito de conciliar trabalho e estudo? Como melhorar a qualificação dos jovens, especialmente dos mais pobres? De que maneira podemos valorizar alternativas de geração de renda criadas nas favelas e periferias? O que fazer para estimular os jovens a criarem formas próprias de trabalho e de realização profissional?  Essas são algumas das questões que serão debatidas durante o fórum.

 Como participar? 

O fórum é gratuito e vai acontecer no eixo “Erradicação da Miséria”. Para participar é preciso estar inscrito no site da Rede Mobilizadores. O processo é simples e fácil, basta acessar o site e clicar em “Inscreva-se”.

Fonte: Rede Mobilizadores | Imagem: Prefeitura de Olinda/ Creative Commons

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *