Fórum e Feira Mundial de Economia Solidária são ponto de encontro para conhecer outras culturas

Por Andrielli Baldoni, Douglas de Souza, Jéssica Ferraz e colaboração de Daniela Rueda

A Feira e Fórum Mundial de Economia Solidária, que ocorrem na semana passada em Santa Maria, Rio Grande do Sul, trouxeram a oportunidade para a população da cidade conhecer outras pessoas, diversas culturas e discutir os rumos da economia solidária no mundo. Estiveram reunidos mais de 20 países, entre eles Argentina, Chile, Espanha, França, Paraguai e Uruguai, entre outros.

Alguns entrevistados disseram ter como expectativa a melhoria e a divulgação de seus produtos, assim como adquirir conhecimentos e, sobretudo, acham importante essa interação de diferentes culturas. Tem muita gente que veio pela primeira vez e todos demonstraram-se bastante empolgados com a feira.

Participantes do evento relatam suas espectativas

Neste ano, além da Feira Mundial de Economia Solidária, realizada todos os anos em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, acontece também o Fórum Social Mundial de Economia Solidária. No dia da abertura do evento, perguntamos aos participantes da feira, isto é, aos empreendedores econômicos solidários e também aos expositores quais as suas expectativas para o encontro.

Os entrevistados Maria Dantas de Melo, da Associação Rede dos Sonhos, no Rio Grande do Norte, e Reginaldo Figueiredo, do Templo da Poesia, do Ceará, destacaram que estão em sua segunda edição e a expectativa era vender o artesanato e trocar conhecimento com outros participantes. A expectativa dos organizadores é alcançar o número de pelo menos 200 mil pessoas nas feiras.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *