Líderes mundiais precisam de coragem para adotar uma agenda pós-2015 de desenvolvimento sustentável mais ambiciosa

Luciano Daniel_planetinha

Ella Masle-Farquhar, da Beyond 2015 | Imagem: Luciano Daniel/Acervo Viração

Organizações da sociedade civil de todo o mundo na campanha Beyond 2015 estão pedindo que líderes mundiais demonstrem coragem e concluam um acordo ambicioso antes da grande cúpula das Nações Unidas em setembro

O dia de hoje marca o início da contagem regressiva de 100 dias para a adoção da agenda pós-2015 das Nações Unidas que definirá toda a estrutura do desenvolvimento sustentável global para os próximos quinze anos. Essa agenda busca tratar os desafios multifacetados e interligados ao desenvolvimento que as pessoas e o planeta encontram hoje por meio de um grupo de objetivos e metas para países desenvolvidos e em desenvolvimento, igualmente para serem alcançados até 2030. Os governos estão negociando nesse momento o texto final que será adotado pelos Chefes de Estado e Governo durante a cúpula histórica para adoção da agenda pós-2015 de desenvolvimento sustentável de setembro em Nova Iorque.

As organizações participantes da campanha Beyond 2015 têm enviado cartas e feito campanhas nas redes sociais com as suas principais demandas para os líderes mundiais na reta final antes da cúpula das Nações Unidas.

“Nós esperamos que nossas vozes sejam ouvidas e ecoem por todo o mundo em alto e bom som no dia de hoje. Nós pedimos aos líderes mundiais que tenham coragem nesse momento crucial do processo de definição de um novo pacto para o desenvolvimento sustentável, para garantir que a agenda final realmente coloque todos os países no caminho para alcançar o desenvolvimento sustentável para todos e para o planeta”, afirmou Andrew Griffiths, Sightsavers, co-presidente da campanha Beyond 2015.

A campanha Beyond 2015 está pedindo que os líderes mundiais escutem as vozes das pessoas em todo o mundo, em particular aquelas vivendo na pobreza e marginalidade; que reconheçam a necessidade fundamental de mudanças em múltiplos níveis assegurando que ninguém seja deixado para trás; que se comprometam a alcançar os objetivos globais para o bem-estar de todas as pessoas e para o futuro do nosso planeta; e que tomem medidas para integrar a agenda pós-2015 nos planos e políticas nacionais de desenvolvimento.

O processo para definir a agenda pós-2015 tem sido marcado por um nível sem precedentes de participação de partes interessadas, incluindo a sociedade civil. Os membros da Beyond 2015 pedem que os líderes mundiais reflitam suas aspirações no documento final e garantam a mais ampla participação das partes interessadas na implementação, acompanhamento e avaliação desta agenda global. “Essa nova agenda de desenvolvimento sustentável tem sido preparada com a participação de pessoas de todo o mundo. Nós queremos continuar a ser parte dessa nova parceria global para o desenvolvimento sustentável e a ser ativamente engajados na implementação, monitoramento dos compromissos universais”, disse George Ngundu, Organisation of African Youth, co-presidente da campanha Beyond 2015.

Jornalista, professor e educomunicador. Responsável pelos conteúdos da Agência Jovem de Notícias e Revista Viração.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *