Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/agenciajovem/public_html/wp/wp-includes/class-wp-post-type.php on line 526
Fala povo: Você concorda com a maioridade penal aos 16 anos? – Agência Jovem de Notícias

Fala povo: Você concorda com a maioridade penal aos 16 anos?

Saímos pela Conferência para perguntar o que as pessoas acham da Maioridade Penal aos 16 anos. Confira o que elas disseram:

Karla Lautenschlager,  39 anos, secretaria de assistência social de Nova Mutum.

Não concordo, mas investir em programas políticos preventivos e estabelecer investimentos na área da educação será a melhor forma de sócio educar essas crianças em conflito com a lei.

Edilene Valentim, 19 anos, atendente.

Sim, prisão aos menores infratores, pois se podem votar porque eles não podem assumir seus atos?

Elis Regina Prates, 45 anos, assistente social.

Não concordo porque o adolescente não está devidamente preparado, pois em seu corpo ainda estão acontecendo transformações mentais e corporais, além de estar em processo educacional.

André, 34 anos.

Sim, pois já que o menor tem capacidade de cometer um ato criminoso porque não pode admitir seus erros?

Klebson Fonseca da Silva, 41 anos, assistente Social.

Não, porque lugar de adolescente é na escola, pois a cadeia já não da conta dos presos imagina dos adolescentes? ! Só prender não resolve, a solução seria fomentar programas educacionais.

 

 

NOSSA OPINIÃO

Brayon  Rondon,17 anos, estudante

Não, Mas com uma punição educacional. Qual é essa educação para essa criança em conflito com a lei? Buscar nelas o interesse pela a escola, as fazer valorizarem os seus pensamentos, mostrar a elas a importância da politica pública e a convivência no meio da sociedade. Dar a elas o direito de  buscar e cobrar dos seus representantes do governo investimento . Aos políticos cabe eles investir em programas  interessantes para os jovens como dança, esporte e outros mais onde possa ocupar a mente desses jovem.

Jordy Miranda, 18 anos, universitário.

Não. Aos 16 anos o jovem não tem a certa maturação de que precisa, além de ainda estar  buscando o conhecimento necessário para viver. Neste caso umas das melhores formas de evitar que as crianças, adolescentes e jovens entrem em conflito com a lei é a implantação de programas sócios educacionais, programas de incentivos aos estudos, abrangência de CAPS (centro de atendimento psicossocial) para que as famílias tenham um acompanhamento e orientação necessária para educar seu filho. Portanto punir não seria a palavra certa, mais sim reeducar de maneira que reflita seu erro e aprenda o certo.

Nayri Santos, 17 anos, estudante.

Não, porque nisso os jovens serão autorizados a dirigir, beber, fumar e aos 16 anos ainda não estão preparados para isso. Não com moderação, nessa fase eles estão obtendo conhecimento e estão em transformação, mas ao mesmo tempo penso que sim, pois se esse menor tem capacidade de cometer esse ato porque não assumi-lo? Mas pensando bem, eles devem ter consciência do que fazem. Se eles fizeram tem um motivo e às vezes se eles são punidos eles voltam mais revoltados para a sociedade então para que esses jovens não pensem em fazer ato algum, tem que ter projetos educativos para que eles se ocupem. Mas às vezes paramos e vemos que não sabemos o que fazer diante disso?

Fabiana Karla, 15 anos, estudante.

Não, por que elas devem ter outra chance para continuar os estudos para ter um futuro melhor e com isso a suas formações de corpo e espiritual ainda não estão pontas para assumir seus atos.

Equipe de Educomunicação da 8º Conferência Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, Mato Grosso

Reportagem: Jordy Miranda da Silva, Nayri Cristina da Costa Santos, Bryon José Rondon Maciel

Saiba mais:

O que é 9ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente?

Ver +

203 Comentários

  • SO SE FALAM DE REDUZIR A MAIORIDADE PENAL.
    Sou a favor da maioridade CIVIL, não como os congressistas estão defendendo e colocando a sociedade contra nossos jovens, hoje atualmente somos 2.300 milhoes de jovens nessa faixa etaria e temos aproximado 345 mil presidiários, então comparando estamos com conceito positivo de termos jovens responsaveis, trabalhadores, obedientes em maior quantidade.
    O congresso só encherga na sociedade bandidos e atribuem esse conceito aos jovens, isto somente para ganharem tempo, ficarem discutindo, discutindo e ganharem tempo, sem fazerem nada, exatamente nada e ganhar seus salarios sem nenhuma preocupação com a sociedade.
    SOU A FAVOR DA MAIORIDADE CIVIL, é bem diferente da pauta atual, estou defendendo a maoridade civil de 18 anos para 16 anos, para reconhecermos e atribuirmos aos nossos jovens a responsabilidade estampada em nossos jovens desde a adolecesncia.
    Com a redução da “maoridade civil” eles poderão trabalharem, votarem,, tirar CNH, para que todos passam a ajudarem seus pais, familiares, em todos os compromissos familiares.
    Com isso temos muito a ganharmos, exemplo: as concessionarias irão fabricar um volume maior de veiculos automotores, e com isso ira gerar mais empregos, movimentando a nossa economia com superávit. TUDO MUDARÁ.
    Hoje o congresso estão colocando a sociedade contra nossos jovens e não é bem assim. TEMOS A MAIORIA DE NOSSOS JOVENS RESPONSAVEIS.

  • Não concordo, pois até na década de 1920 o Brasil adotava a lei de que a criança com 9 anos de idade já havia o discernimento entre o certo e o errado, e assim podendo ser julgado(a) como um adulto.
    Porém, essa medida aflorou um equívoco, quando um adolescente de 12 anos no presídio foi abusado fisicamente várias vezes por 20 detentos no total.
    E então, por que essa medida nos tempos atuais vão trazer um bom resultado?

  • sim, pois ai poderemos dirigir e trabalhar sem depender 100% dos nossos pais alem do fato de que se alguem roubar ou matar ira ser tratado como um criminoso e ser preso

  • Não,porque o jovem vai voltar pior do que ele entrou

  • Sou a favor sim, a partir do momento em que invistam nisso. Não acho correto pegar um menor infrator que roubou, por exemplo, um cordão e jogar em uma prisão na qual existem estupradores e assassinos. Existe diferença entre um jovem que te rouba sem te agredir, de um jovem que te estupra, te esfaqueia, ou até mesmo lhe dá um tiro. O jovem que só rouba, TALVEZ, ainda tenha jeito, de repente em uma reabilitação ele saia de lá diferente, agora um que mata, ou estupra, não tem como sair pior.
    Não acho que apenas educação resolveria, isso não é falta de oportunidade, se ele não quiser ser educado, ele não vai ser. O Brasil poderia ser o primeiro no ranking de educação, se o jovem não quiser fazer as coisas como deve ser feitas, ele não vai fazer. E a vocês que defendem com todas as forças, no dia que alguém da sua família for assaltado, estuprado, ou até mesmo assassinado por algum “jovem que não tem oportunidades” leve-o para casa e o matricule em uma escola.

  • Acredito que o senhor Ministro da Justiça está imensamente equivocado. Trabalho há mais de seis anos com adolescente infrator e tenho muita experiência empírica no assunto. Quando o ministro diz "entra pequeno delinquente e sai chefe de quadrilha" temos a confirmação pelo estado que o sistema está errado e não recupera ninguém. Em mais de seis anos de trabalho, nunca vi nenhum adolescente envolvido em crimes graves se "ressocializar". Pelo contrário, já vi adolescente cometer mais de 40 assaltos a mão armada ao longo da adolescência, devido a impunidade que a lei impõe. Quem sofre com tudo isso??? A população, que tenho absoluta certeza, em sua grande maioria apoiaria a redução da maioridade. Nosso Estatuto da criança e adolescente é utópico, totalmente fora do contexto da realidade brasileira. O que se precisa hoje no Brasil é acabar com essa sensação de impunidade.Com 16 anos pode-se votar e não pode ser penalizado criminalmente, isso está errado.

  • Nao sou a favor

  • porque não votam para que crianças e jovens tenham horário integral nas escolas, e
    ainda amplie para jovens cursos profissionalizantes….que tal votar para que os que estão presos sejam realmente recuperados…jovens da FEBEM…e os demais que ficam em cubículos construídos para 06 e existem em torno de 10 a 30 pessoas….que tal também votar para combater o tráfico com intensidade….e punição para policiais envolvidos…..que tal votar para que tenhamos condições reais de atendimento pelo sus….que tal votar para que triplique as investigações em nossos estados(prefeituras) etc…….querem lavar as mãos, transferir responsabilidade, e ter fotos de qualquer forma