Carlos Artexes Simões, Diretor Geral do Sesc, na abertura oficial do seminário Jovens e Trabalho: Dilemas, Invenções e Caminhos.

Evento discute juventude e trabalho no aniversário do Sesc

| Por Paula Bonfatti, Maria Soares e Taíssa dos Santos, da Agência Jovem de Notícias de São Paulo |

“Hoje o Sesc completa 71 anos, e nada melhor para comemorarmos este aniversário do que olhar para o futuro na visão da juventude, refletindo junto à juventude,” declarou Luiz Galina, Superintendente do Sesc São Paulo, durante a abertura oficial do seminário Jovens e Trabalho: Dilemas, Invenções e Caminhos.

Nos dias 13 e 14 de setembro, o Sesc Bom Retiro recebe grandes pesquisadores do campo das juventudes, como Regina Novaes, Maria Carla Corrochano e Helena Abramo, para discutir o lugar do trabalho entre as juventudes brasileiras.

Além de conferencistas referências no tema, participam também coletivos e organizações da sociedade civil que atuam junto às juventudes, como o Levante Popular da Juventude, a União de Núcleos de Educação Popular para Negras/os e Classe Trabalhadora, Uneafro, e a Liga do Funk. Nos próximos dois dias, organizações compartilharão experiências, processos, metodologias e resultados, a partir de seus lugares de atuação.

Participou também da abertura oficial Carlos Artexes Simões, Diretor Geral do Sesc. “Conversar sobre juventude e trabalho na atualidade representa uma agenda com muitas indagações e relativamente poucas respostas. A juventude só entra na agenda, inclusive da política pública, muito recentemente, com o reconhecimento deste lugar social”. Simões foi Coordenador Geral do ensino médio do MEC, em 2007, e Diretor de Concepções e Orientações Curriculares da Educação Básica do MEC, de 2008 a 2011.

A troca de saberes é uma das expectativas do público, que soma 165 pessoas entre os dois dias de evento. “A expectativa de hoje é compartilhar algumas metodologias, entender o que algumas instituições e projetos têm feito, como têm pensado juventude. Conhecer essas metodologias e ver o que podemos levar pra ponta, aplicar e replicar”, disse o educador Israel, de 30 anos.

Para o psicólogo Gabriel, de 35 anos, o seminário é também uma oportunidade de mobilização. “É um momento importante pra gente poder atualizar nossa reflexão sobre o que está acontecendo no mundo do trabalho e pensar novas estratégias, pensar como a gente, diante dessa realidade, pode resistir e pode ainda tentar salvar um pouco essa ideia do trabalho decente, do trabalho digno para a juventude”, conta.

Toda a programação será transmitida online no site do Sesc São Paulo. Acompanhe ao vivo aqui!

 

Este texto é resultado da cobertura educomunicativa do seminário Jovens e Trabalho: Dilemas, Invenções e Caminhos, realizada por adolescentes e jovens do projeto Agência Jovem de Notícias, em parceria com o Sesc São Paulo. O programa Agência Jovem de Notícias em 2017 é realizado pela Viração Educomunicação, em parceria com o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente São Paulo.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *