Encontro Regional da Renajoc em Belém mobiliza jovens em torno da questão da democratização da comunicação no Brasil

erejoc_norte

Durante os dias 30 e 31 de outubro, cerca 80 adolescentes e jovens estiveram reunidos em Belém para participar do I Encontro Regional Norte de Adolescentes e Jovens Comunicadoras e Comunicadores (Erejoc Norte). Além de reunir pessoas do estado do Pará, o evento, organizado pela Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Comunicadoras e Comunicadores (Renajoc) e Viração Educomunicação, também contou com a participação de adolescentes e jovens vindos do Acre, Roraima e Amazonas.

Com o objetivo de articular e fortalecer a luta pela democratização da comunicação, a programação pautou temáticas sobre a comunicação hegemônica na Amazônia, a importância da comunicação popular, alternativa e comunitária, além de também debater o panorama das juventudes no Norte do país.

No primeiro dia de encontro, durante a mesa de abertura realizada no auditório da Assembleia Legislativa do Pará, os integrantes das organizações articuladoras acolheram as/os participantes e dialogaram com elas/eles sobre a importância do protagonismo juvenil para o fortalecimento da Rede. Em seguida, houve o lançamento do ‘Guia Juventude e Comunicação da Renajoc: faça você mesmo’, que fora distribuído a todas e todos ali presentes.

O segundo dia de programação iniciou com a realização de oficinas, entre as quais: Leitura Crítica dos Meios de Comunicação; Educomunicação; Jornal Mural; Direito à Cidade.  Depois as/os adolescentes e jovens discutiram sobre a articulação em rede e suas pretensões de atuação para fortalecê-la.

Para Marcelo Santos, integrante da Renajoc Belém, o encontro possibilitou conhecer melhor sobre o funcionamento da rede e o panorama da comunicação no Brasil, especificamente na região Norte. “Enquanto equipe trabalho nos saímos muito bem, pois, com todos que sentei para conversar só escutei elogios. Pude ver um despertar muito grande na Renajoc graças a este encontro em Belém”, diz o rapaz.

Apesar das dificuldades enfrentadas para a realização do encontro, Christiane Thomazelli, facilitadora regional da Renajoc, avaliou o encontro de forma muito positiva. “Para mim o encontro foi muito gratificante e apesar do pouco recurso financeiro, na minha opinião foi perfeito. A única coisa que não podemos deixar de ressaltar foi a falta dos outros estados que não puderam comparecer”, disse a jovem, que é participante do Grupo Makunaima de Protagonismo Juvenil em Boa Vista.

Preparação

Um mês antes da realização do Erejoc Norte, adolescentes e jovens comunicadoras/es da região tiveram a oportunidade de participar do I Encontro Paraense de Adolescentes e Jovens Comunicadoras e Comunicadores, ocorrido em Belém.

Além de preparar politicamente para o Erejoc, o encontro teve o objetivo de apresentar o trabalho que a Renajoc vem desenvolvendo com e para adolescentes, jovens, organizações e grupos em 20 estados brasileiros onde a rede possui articulação, e ainda, estimular novos atores, atrizes e entidades que lidam com a juventude a participarem da Rede.

Para além de militantes da educomunicação, estiveram presentes neste encontro jovens da Unipop, do Lar Fabiano de Cristo, da Rádio Escolar Conexão MB, da Associação da Juventude do bairro do PAAR, da Pastoral da Juventude (PJ) e Coletivo Tela Firme.

Fonte: Unipop

Jornalista, professor e educomunicador. Responsável pelos conteúdos da Agência Jovem de Notícias e Revista Viração.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *