Educação ambiental: caminhos para uma sociedade sustentável

Professora Clélia Brandão, relatora da Portaria de Diretrizes Curriculares de Educação Ambiental, comenta a importância do acordo assinado pelo Ministro Aloízio Mercadante.

Conversamos esta tarde, 14, com a professora Clélia Brandão Alvarenga, conselheira nacional de Educação, sobre a importância do acordo de Diretrizes Curriculares de Educação Ambiental e o papel da educação brasileira para a construção de uma sociedade mais sustentável. Durante a conversa Clélia discorreu sobre a importância da contemplação da educação ambiental na formação escolar e universitária.

Segundo a secretária era necessário uma lei para garantir que a educação ambiental estivesse presente no dia-a-dia dos alunos, essa lei existe desde 1999, mas assim como muitas das leis existentes no Brasil, não é executada. A importância da Portaria das Diretrizes Curriculares de Educação Ambiental, assinada ontem, 13, pelo Ministro da Educação Aloízio Mercadante, é justamente orientar a forma com que essa educação é passada, e garantir que o projeto pedagógico da escola contemple a educação ambiental.

O papel da sociedade é verificar como essas diretrizes aprovadas, em âmbito federal ,são aplicadas em seus municípios e estados. Os estudantes devem estar por dentro das discussões e decisões do Conselho Estadual de Educação e cobrar a execução dessas diretrizes.

 

Por Akhim Salles e Sabrina Martins

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *