COY10: Diário de Bordo – 1º Dia

COY_28_11_2014_

Aqui estamos nós: depois de meses de preparação e planejamento, agora damos início oficial à nossa experiência. Apesar das muitas horas de viagem e do sono atrasado, nos encontramos com muita disposição na área comum para o café-da-manhã, prontos para enfrentar este primeiro dia. No hostel também se juntaram a nós os nossos amigos brasileiros Dinho, Daniele, Luciano e Luiza, além de Marina, da Grécia, que irão trabalhar conosco na Agência Jovem de Notícias. Depois dos cumprimentos e apresentações, começamos a organizar o dia e planejar as atividades dos próximos dias: fazer entrevistas, artigos e visitas aos vários projetos de desenvolvimento sustentável ativos nos arredores de Lima.

No mormaço de Lima, de táxi chegamos à Universidade de Agricultura “La Molina” e nos misturamos às centenas de jovens vindos de todo o mundo para trazer sua contribuição para a COY10.

O dia se divide entre oficinas, palestras e discussões sobre os principais temas que serão abordados também durante a COP, ou seja, florestas, energia, oceanos e cidades sustentáveis. Na parte da tarde, por sua vez, se abre o debate sobre os problemas do aquecimento global, enquanto, no auditório principal da Universidade, o grupo da Youngo discute seu papel dentro da COP. Nós, depois de termos seguido alguns eventos paralelos, fizemos algumas entrevistas, atualizamos o site e nossa página no Facebook. Ainda estamos um pouco confusos e, muitas vezes, se pode ler em nossos rostos a sensação de desorientação dentro do grande espaço da universidade. Felizmente os peruanos são muito disponíveis e, logo que nos vêem “un poquito perdidos”, nos ajudam e com simpatia trocam algumas palavras. Perguntamos a eles quantos voluntários compõem a equipe peruana da COY e como conseguiram organizar este importante evento. Carlos, um deles, nos explica muito satisfeito que, atualmente, mais de uma centena de jovens estão circulando pelas ruas da Universidade falando inglês ou espanhol de acordo com as necessidades dos participantes. São, no entanto, menos de 50 os organizadores do evento em si, que nos últimos meses se reuniram todos os dias na esperança de que, durante estes três dias, se consiga criar uma forte rede de troca e partilha de ideias e experiências.

 O primeiro dia nos serviu, certamente, um pouco como prova e aquecimento para o trabalho que teremos pela frente nas próximas semanas: serão dias intensos, em que será necessária a vontade de trabalharmos em conjunto para alcançar nosso ambicioso objetivo de comunicar da melhor forma o que está acontecendo em Lima.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *